16 dicas de como reduzir o desperdício de alimentos

0
570

O desperdício de alimentos contribui para as emissões de gases de efeito estufa e aumenta significativamente o desperdício de água e outros recursos necessários para cultivar os alimentos.

Embora o consumidor médio não seja um grande poluidor ambiental em comparação com as grandes corporações, encontrar maneiras de reduzir o desperdício de alimentos ao longo do dia pode ajudar uma pessoa a não contribuir negativamente para o problema.

Neste texto, você vai aprender como reduzir o desperdício de alimentos em qualquer lugar.

1. Evite comprar demais

Uma das maneiras mais simples de evitar o desperdício de alimentos como consumidor é comprar menos.

Uma geladeira cheia pode parecer atraente, mas pode levar ao desperdício de alimentos se os moradores da casa não derem conta de consumir tudo o que compram.

Ir uma vez por semana ao supermercado, em vez de apenas uma ao mês, pode impedir que se compre comida em excesso ajudando a reduzir o desperdício.

2. Pense duas vezes antes de jogar comida fora

Embora o mofo seja um sinal definitivo de que algo preciso ser jogado fora, não é necessário jogar fora os alimentos que estão um pouco passados mas ainda dentro do prazo de validade.

Por exemplo, muitos verduras e legumes podem amolecer levemente ou murchar quando estiverem maduras. Mas elas ainda podem servir para excelentes sopas, smoothies ou pratos assados.

Mesmo pães velhos podem ser usados para fazer torradas ou croutons.

3. Faça sempre uma lista de compras

A compra de alimentos que já estão em casa pode se tornar outra fonte de desperdício.

Fazer uma lista de compras antes de ir a feira ou supermercado pode evitar a compra de alimentos desnecessários e reduzir o desperdício.

4. Organizar a cozinha usando o sistema FIFO

Organizar a geladeira e a despensa pode ajudar as pessoas a monitorar melhor o que elas têm em casa e a identificar os alimentos disponíveis.

O sistema “FIFO” como é chamado tem sua sigla em inglês traduzida para “o primeiro a entrar, é o primeiro a sair” e é uma maneira útil de organizar a comida em casa. Muitos restaurantes e mercearias também usam esse sistema para reduzir o desperdício.

Colocar os alimentos recém comprados na parte de trás do armário ou na geladeira incentivará as pessoas a usar os alimentos da frente, o que garantirá alimentos mais frescos e reduzirá o desperdício.

Por exemplo, se uma pessoa guarda muitas latas em casa, verificar se as latas que estão mais próximas da data de validade estão na frente do armário facilitara bastante.

5. Armazene os alimentos corretamente

Itens perecíveis, como frutas e legumes, devem ser armazenados da maneira correta para evitar que estraguem.

Algumas dicas incluem:

  • manter a geladeira abaixo de 5 °C
  • armazenar alimentos cozidos nas prateleiras acima dos alimentos crus
  • armazenar os alimentos em recipientes fechados

Sempre transfira as sobras de latas abertas para um recipiente adequado. Não guarde nada em latas na geladeira por exemplo.

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos também observa que algumas frutas emitem gases naturais que fazem com que os alimentos próximos estraguem mais rapidamente.

6. Faça um cardápio semanal

Fazer um menu de refeições para a semana pode ajudar algumas pessoas a organizar seu uso de alimentos e reduzir o desperdício.

O uso de ferramentas como a internet pode ajudar a planejar as refeições da semana e ainda facilitar na hora de fazer a lista do supermercado.

Pode levar algumas semanas para que cada família obtenha o cardápio correto, mas ter um cardápio semanal fixo pode ajudar algumas pessoas a desperdiçar menos comida e também a se alimentar de forma mais balanceada.

7. Observar quais são os alimentos que mais estragam

Observar os tipos de alimentos que mais estragam na sua casa pode ajudar a identificar os alimentos que devem ser comprados sempre em menor quantidade.

Por exemplo, se alguém se vê jogando muitas laranjas, bananas e até mesmo pães fora toda semana, a solução pode ser comprar uma menor quantidade desses itens para evitar esse desperdício.

Embora a compra de certos produtos em maior quantidade possa parecer mais barata, uma pessoa não economizará dinheiro se rotineiramente jogar fora parte do conteúdo da embalagem.

8. Congelar alimentos

Congelar alimentos pode ajudar a preservá-los para uso posterior e impedir que eles estraguem. Muitas frutas e legumes frescos conseguem se manter bons para o consumo mesmo se forem congelados.

Outros alimentos também podem ser guardados no freezer, como pães, carnes e até alguns pratos prontos.

Congelar alimentos que as pessoas usam com menos frequência, como ervas e temperos é especialmente útil. Para aqueles que desejam comer de maneira mais sustentável, congelar frutas e vegetais frescos da época pode reduzir a necessidade de comprá-los quando estão fora de época e ficam bem mais caros.

9. Coma sobras

Como parte de um plano de refeições para reduzir o desperdício, muitas pessoas escolhem 1 ou 2 dias por semana para comer as sobras que possam ter armazenado na geladeira ou no freezer ao longo da semana. Isso ajuda a reduzir o desperdício de refeições individuais e mantém a geladeira arrumada.

10. Experimente métodos de armazenamento em conserva

Conservar adequadamente os alimentos pode ajudar a prolongar sua vida útil e evitar a sua deterioração. Se uma pessoa compra acidentalmente certo alimento em particular, poderá armazena-lo de um jeito em especifico que vai se encaixar com o não desperdício e ainda ficar muito saboroso.

Exemplos disso incluem transformar pepinos em picles, fazer conserva de cebolas e outros legumes.

11. Faça caldos

Ferver o excesso de legumes, cascas e outras raspas pode fazer um caldo de legumes saudável. Ferver uma carcaça de frango e outros restos que não gosta de consumir também pode fornecer um saboroso caldo de galinha natural.

É melhor guardar o caldo caseiro na geladeira e usá-lo dentro de alguns dias. No entanto, caldos também podem ser congelados proporcionando uma vida útil muito mais longa.

12. Entenda as datas de validade dos alimentos

Muitos fabricantes colocam rótulos nos alimentos, como após aberto consumir em 7 dias. Essas datas ajudam em certos momentos, mas podem ser confusas para os consumidores.

O órgão regulador americano FDA estima que até 20% do desperdício de alimentos provenha da confusão nessas datas.

Muitas pessoas assumem que essas datas são para ser seguidas a risca e jogam fora alimentos perfeitamente comestíveis. Lembre-se de que, embora as etiquetas e os rótulos dos alimentos possam dar uma boa ideia geral se o produto está bom para consumo ou não, deve-se sempre usar o bom senso.

13. Fazer uso de compostagem e separar o lixo

A maioria das preparações para refeições deixa restos de caules, cascas e pedaços de comida inutilizáveis. Até a borra de café e as folhas de chá são um ótimo complemento para compostagem.

Fazer compostagem é uma maneira de ajudar a reduzir o desperdício, transformando até essas sobras em fertilizantes ricos em nutrientes.

Para as pessoas que não têm um jardim ou espaço para adubo e compostagem, separar o lixo da maneira correta já é um bom começo.

14. Leve suas refeições de casa

Uma das maneiras mais simples de evitar o desperdício de alimentos em qualquer lugar é levar comida de casa.

Investir em recipientes de qualidade para alimentos que não vazam e são leves e fáceis de transportar pode ajudar. Fazer porções extras de refeições noturnas para guardar na geladeira como almoços prontos para levar para o trabalho pode eliminar a necessidade de gastar mais tempo fazendo isso no outro dia. Além de te fazer economizar dinheiro.

15. Ao almoçar fora optar por pratos feitos ao invés de buffet a quilo

Ao comer fora, uma pessoa pode evitar o desperdício de alimentos solicitando uma refeição que não contenha ingredientes de que não goste.

Por exemplo, se em um restaurante você opta pelo buffet a quilo mais acaba sempre deixando comida no prato, além de desperdiçar comida o fato de optar por buffet a quilo irá fazer você acabar comendo mais do que deve.

16. Evite usar a bandeja nos refeitórios

Ao comer em um estabelecimento que use bandejas, optar por evitar o uso da bandeja pode ajudar a evitar desperdícios.

Um estudo americano de 2012 descobriu que não usar uma bandeja de alimentos reduzia o desperdício de alimentos em 32% em refeitórios de universidades.

Benefícios

Existem vários benefícios por reduzir o desperdício de alimentos para o indivíduo e o meio ambiente.

O Instituto de Recursos Mundiais observa que reduzir pela metade o desperdício de alimentos beneficiaria significativamente o meio ambiente, reduzindo a necessidade de terra, água e outros recursos para cultivar alimentos. O Instituto de Recursos Mundiais afirma que reduzir o desperdício de alimentos pela metade reduziria as emissões de gases de efeito estufa em 1,5 gigatoneladas (1,5 bilhões de toneladas) de dióxido de carbono equivalente por ano até 2050.

Embora cada indivíduo possa ajudar nesse processo, governos, empresas e agricultores precisarão fazer mudanças significativas para reduzir seu desperdício e alcançar esses objetivos.

A redução do desperdício de alimentos beneficia as pessoas de várias maneiras, inclusive economizando dinheiro e desperdiçando menos comida.

Organizar e estruturar as refeições pode economizar uma quantidade significativa de tempo a longo prazo e tornar os hábitos alimentares de uma pessoa muito mais simples e saudáveis.

Considerações

Embora o consumidor médio não seja a maior ameaça ao meio ambiente, ainda é crucial que as pessoas tomem medidas conscientes para reduzir seu impacto ambiental.

Encontrar maneiras de reduzir o desperdício de alimentos pode ter um forte impacto individual e ajudar a criar um futuro mais saudável para todos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here