Conheça 3 tipos de carboidratos e suas funções

0
411
3 tipos de carboidratos

Carboidratos

Os carboidratos têm chamado muita atenção hoje em dia e você pode estar se perguntando se deve comê-los ou não. O fato é que os alimentos são compostos de três coisas principais: carboidratos, proteínas e gorduras. Você precisa de tudo isso para se manter saudável, mas as quantidades que cada pessoa precisa ou escolhe comer podem ser muito diferentes entre si.

O mais importante é escolher os carboidratos que oferecem o melhor retorno em termos de vitaminas, minerais e fibras. Os alimentos processados ​​tendem a ser ricos em carboidratos e pobres em vitaminas, minerais e fibras, dando a esse nicho de carboidratos uma má reputação.

Mas, escolher menos carboidratos processados ​​e prestar atenção ao quanto você está comendo pode fazer uma grande diferença na sua quantidade de açúcar no sangue e na saúde geral.

Os carboidratos têm muitas formas diferentes, mas aqui, vamos nos concentrar nas três primeiras: amido, açúcar e fibra.

 

Amido

Os alimentos ricos em amido incluem:

Vegetais

  • ervilha
  • milho
  • feijão
  • batata
  • lentilha
  • aveia
  • cevada
  • arroz
  • trigo e outros

Os grãos são uma ótima fonte de carboidratos, no entanto, esses grãos são mais saudáveis quando integrais.

Os grãos integrais são toda a planta que foi colhida e seca com pouco processamento. Eles fornecem fibras e vitaminas essenciais, incluindo vitaminas do complexo B, vitamina E e outros minerais necessários para uma saúde ideal.

Já os grãos refinados são processados ​​para remover as partes mais saudáveis, incluindo fibras, vitaminas e minerais. Foram aprovadas leis em diversos países, incluindo no Brasil, para garantir que vitaminas e minerais essenciais sejam adicionados novamente durante o processamento das farinhas.

Isso é necessário para evitar deficiências de vitaminas e minerais que podem levar a doenças em crianças e adultos.

Clique aqui e saiba: Tudo que você precisa saber sobre amido resistente.

 

Açúcar

O açúcar é outra fonte de carboidrato. No entanto, existem dois tipos principais de açúcar, que são:

  • Açúcares de ocorrência natural, como os açucares derivados do leite ou das frutas.
  • Açúcares adicionados durante o processamento, como os açucares encontrados nas frutas enlatadas em calda, açúcar adicionado para fazer biscoitos, apenas para citar alguns tipos.

Entretanto, existem muitos nomes e tipos diferentes de açúcar. Alguns exemplos comuns são:

  • açúcar branco
  • melaço
  • açúcar cristal
  • mel
  • açúcar demerara
  • xarope de bordo
  • açúcar mascavo
  • xarope de milho
  • açúcar de beterraba
  • néctar de agave
  • açúcar de confeiteiro
  • cana-de-açúcar, dentre outros

Clique aqui e descubra: Banana benefícios e malefícios para a saúde.

 

Fibra

A fibra vem de alimentos à base de plantas e é importante para a saúde do intestino. A fibra também nos faz sentir cheios e ajuda a diminuir o colesterol.

No entanto, a fibra é encontrada em alimentos vegetais, incluindo:

  • frutas
  • vegetais
  • grãos integrais
  • oleaginosas
  • leguminosas como, feijão, ervilha e lentilha

Acima de tudo, a fibra é como uma escova natural do seu corpo, pois ela vai passando pelo trato digestivo carregando muitas coisas ruins.

Para uma saúde ideal, os adultos precisam comer 25 a 30 gramas de fibra por dia. A maioria das pessoas não consome fibra suficiente em sua dieta, portanto, embora seja prudente tentar alcançar esse objetivo, qualquer aumento de fibra em sua dieta pode ser útil.

A maioria de nós recebe por dia apenas a metade da quantidade de fibra recomendada. Comer alimentos com mais fibras pode melhorar sua digestão, diminuir o açúcar no sangue e reduzir o risco de doenças cardíacas.

Clique aqui e conheça: Quais os benefícios do café e qual é o mal que o café faz.

Boas fontes de fibra alimentar incluem:

  • Feijões e legumes: dentre eles, feijão preto, feijão vermelho, feijão branco e outros, grão de bico e lentilha.
  • Frutas e legumes: como por exemplo, maçãs, aipo, feijão e aquelas com sementes comestíveis, como por exemplo, as frutas vermelhas.
  • Massa integral, cereais integrais, como aveia e outros, pães integrais (podem ser uma boa fonte de fibra, uma fatia de pão deve ter pelo menos três gramas de fibra. Outra boa indicação é procurar pães onde o primeiro ingrediente é um cereal integral. Por exemplo, trigo integral ou aveia integral. Muitos produtos de grãos agora têm “fibra dupla” com adição de fibra extra.
  • Oleaginosas: amendoins, nozes e amêndoas são uma boa fonte de fibras e gorduras saudáveis, mas observe o tamanho das porções, pois elas também contêm muitas calorias em pequenas quantidades.

Clique aqui e saiba: Quais são os benefícios da pimenta-do-reino? Descubra aqui os 10 principais!

Você pode encontrar alimentos que são naturalmente ricos em fibras e que são rotulados como “excelente fonte de fibras”, o que significa que contêm mais de 5 gramas de fibra; enquanto os alimentos rotulados como “boa fonte de fibras” contêm pelo menos 2,5 gramas de fibra.

É melhor obter a fibra dos alimentos em vez de tomar um suplemento, mas se isso não for possível, um suplemento pode ajudar bastante.

Se você não come muitos alimentos ricos em fibras diariamente, é importante aumentar sua ingestão lentamente. No entanto, cabe lembrar que mesmo que a fibra seja boa para você, pode levar algum tempo para o seu corpo se ajustar.

Um aumento repentino na ingestão de alimentos ricos em fibras pode causar gases, inchaço ou constipação. Certifique-se de que você está bebendo água suficiente também, porque a fibra precisa de bastante água para se mover pelo seu corpo.

 

Conclusão

Os carboidratos são uma ótima fonte de nutrientes essenciais para o bom funcionamento do corpo humano, no entanto, é preciso ter cautela na escolha do tipo de carboidrato que será consumido.

Além disso, é necessário optar por carboidratos em suas formas mais saudáveis e evitar os tipos processados ou industrializados, pois esses, contêm muitas substâncias nocivas ao corpo humano. Que inclusive contribuem muito para o ganho de peso corporal.

Acima de tudo, também é preciso ter muita cautela em relação a quantidade de carboidrato consumido diariamente.

Leitura complementar:

 

FONTE

https://www.diabetes.org/nutrition/understanding-carbs/get-to-know-carbs

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here