Dor na mama: 10 razões pelas quais seus seios podem doer

0
518
Dor na mama

A maioria das mulheres sente alguma forma de dor nos seios em um momento ou outro. A dor na mama é geralmente fácil de tratar, mas em ocasiões mais raras a dor nos seios pode ser um sinal de algo mais sério.

Neste artigo, a Dr. Pamela Ann Wright, do Suburban Hospital de Washington EUA, discute as causas mais comuns de dor na mama (mastalgia), seus tratamentos e quando consultar um médico.

Clique aqui e saiba: O que causa dor na mama masculina?

 

Os hormônios podem estar deixando os seus seios doloridos

As flutuações hormonais são o principal motivo pelo qual as mulheres sentem dor na mama. Os seios ficam doloridos três a cinco dias antes do início do período menstrual e param de doer depois que começa a menstruação. No entanto, isso se deve ao aumento de estrogênio e progesterona logo antes da menstruação. Esses hormônios fazem com que seus seios inchem o que pode causar sensibilidade.

“É normal ter sensibilidade nos seios que vai e vem na época da menstruação, não há nada com que se preocupar” afirma a Dr. Wright.

Por outro lado, se você engravidar, seus seios podem permanecer doloridos durante o primeiro trimestre, à medida que a produção de hormônios aumenta. A sensibilidade mamária é um dos primeiros sinais de gravidez para muitas mulheres.

As medidas que você pode tomar para minimizar a dor nos seios incluem:

  • eliminar a cafeína
  • fazer uma dieta com baixo teor de gordura
  • reduzir a ingestão de sal
  • evitar cigarros
  • tomar um analgésico
  • perguntar a um médico se a troca de pílulas anticoncepcionais ou medicamentos de terapia de reposição hormonal pode ajudar

Clique aqui e conheça: 12 Sintomas menstruais que não devem ser ignorados.

 

Você tem uma lesão no seio

Como qualquer parte do corpo, os seios podem sofrer lesões. Isso pode acontecer por causa de uma batida forte, um pancada durante a prática de esportes ou de uma cirurgia de mama. Você pode sentir uma dor aguda no momento da lesão. A sensibilidade pode durar de alguns dias até várias semanas após o trauma.

Consulte o seu médico se a dor não melhorar ou se você notar algum destes sinais:

  • inchaço severo
  • um caroço no peito
  • vermelhidão e calor, o que pode indicar uma infecção
  • um hematoma no peito que não desaparece

 

Seus seios doem devido a um sutiã inadequado

Sem o suporte adequado, os ligamentos que conectam os seios à parede torácica podem ficar esticados demais e doloridos ao final do dia. O resultado são seios doloridos, e isso pode ser especialmente perceptível durante a prática de exercícios. No entanto, verifique se o seu sutiã tem o tamanho correto e oferece o suporte necessário aos seus seios.

Por outro lado, caso você tenha seios menores, verifique se seu sutiã não está comprimindo demais os seus seios. Isso é muito comum com sutiãs com bolhas ou aros de sustentação, que visam empurrar os seios para cima, mas em alguns casos podem acabar deixando a mama dolorida.

 

A dor na mama pode estar vindo da parede torácica

O que parece uma dor na mama pode, na verdade, estar vindo da sua parede torácica. Esta é a área dos músculos, tecidos e ossos que envolve e protege o coração e os pulmões.

As causas mais comuns de dor na parede torácica incluem:

  • músculo distendido
  • inflamação ao redor das costelas
  • trauma na parede torácica causado por batida ou mau jeito
  • fratura óssea

Clique aqui e saiba: Coceira na vagina, possíveis causas.

 

A amamentação está causando dor nos seios

Caso você tenha um bebê, a amamentação às vezes pode ser a fonte da dor na mama.

Alguns motivos podem ser:

  • os mamilos estão doloridos por causa de uma pegada inadequada (a maneira como o bebê pega no seio para sugar)
  • sensação de formigamento durante a descida do leite (quando o leite começa a fluir para o bebê)
  • dor nos mamilos devido a mordidas do bebê, pele seca e rachada ou infecção

Nesses casos, em que a mulher amamenta, se a mulher sentir dor durante a amamentação, é melhor conversar com seu médico ou um especialista em lactação. Eles podem ajudá-la a solucionar o problema enquanto mantém o suprimento de leite do bebê.

 

Você tem uma infecção mamária

Mulheres que amamentam têm maior probabilidade de ter infecções mamárias (mastite), mas elas também ocorrem ocasionalmente em mulheres que não amamentam.

Se você tiver uma infecção mamária, pode ter febre e sintomas em uma das mamas, incluindo:

  • dor
  • vermelhidão
  • inchaço

Acima de tudo, se você acha que pode estar com uma infecção mamária, é importante consultar um médico. O tratamento geralmente inclui antibióticos e analgésicos.

 

A dor na mama pode estar sendo causada por um medicamento

Alguns medicamentos podem causar dor nas mamas como efeito colateral. Converse com um médico sobre os medicamentos que está tomando e se esse pode ser o seu caso.

Alguns medicamentos com este conhecido efeito colateral incluem:

  • Oximetolona, usada para tratar algumas formas de anemia
  • Clorpromazina, usada para tratar vários problemas de saúde mental
  • comprimidos diuréticos, medicamentos que aumentam a micção e são usados ​​para tratar doenças renais, cardíacas e hipertensão
  • terapias hormonais (pílulas anticoncepcionais, reposição hormonal ou tratamentos de infertilidade)
  • metildopa, usada para tratar a hipertensão

Clique aqui e saiba tudo sobre: Aumento de peso durante o período menstrual.

 

Você tem um cisto mamário

Se um caroço sensível aparecer repentinamente em sua mama, você pode ter um cisto, diz a Dr. Wright. “Esses caroços cheios de líquido não são perigosos e geralmente não precisam ser tratados, pois podem se resolver por conta própria. Mas é importante que qualquer caroço em sua mama seja avaliado por um médico”.

Entretanto, para diagnosticar um cisto, seu médico pode recomendar uma mamografia, ultrassom ou aspiração (extração de fluido do nódulo). A drenagem do líquido do cisto também é uma forma de tratamento. Se o cisto não incomoda, você pode não precisar de nenhum tratamento.

 

Você está tendo complicações com os implantes de silicone

Algumas mulheres têm complicações com implantes mamários. Uma das causas mais comuns de dor na mama após a cirurgia de aumento dos seios é a contratura capsular, quando o tecido cicatricial se forma muito apertado ao redor dos implantes.

Além disso, a dor na mama também pode ser uma indicação de que um de seus implantes se rompeu. Converse com seu médico sobre qualquer dor que você esteja tendo após a cirurgia para determinar se pode estar relacionada aos implantes mamários ou não.

 

A dor nos seios às vezes pode ser um sinal de câncer de mama

É incomum que o câncer de mama cause dor, afirma a Dr. Wright, mas não é impossível. É raro, mas o câncer de mama inflamatório costuma causar dor. Os sintomas dessa doença agressiva costumam surgir repentinamente e progredir rapidamente.

O câncer de mama inflamatório pode fazer com que a mama se torne:

  • vermelha ou descolorida
  • inchada ou pesada

Além disso, a pele da mama também pode engrossar ou formar covinhas. Se você está preocupada com o câncer de mama inflamatório, consulte um médico imediatamente.

Clique aqui e saiba: Queda de cabelo feminino, 10 maneiras para acabar com ela agora!

 

Quando consultar um médico para dor na mama

Embora a maioria dos casos de dor mamária sejam problemas menores, é importante conversar com um médico sobre suas preocupações. “Se você tem dor persistente na mama, deve ser avaliada por um médico”, diz a Dr. Wright. Ela ainda afirma que “qualquer pessoa que tenha um caroço, dolorido ou não, deve consultar um médico para fazer um exame afim de diagnosticar ou descartar problemas de saúde”.

 

FONTE

https://www.hopkinsmedicine.org/health/conditions-and-diseases/breast-pain-10-reasons-your-breasts-may-hurt

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here