É possível reverter a aterosclerose?

0
292
Aterosclerose

Aterosclerose o que é?

A aterosclerose é o desenvolvimento de placas de gordura no interior das artérias e dos vasos sanguíneos. Isso endurece os vasos sanguíneos e causa doenças cardiovasculares, além de contribuir para outros problemas de saúde. Como a disfunção erétil, por exemplo.

Clique aqui e saiba: O que saber sobre aterosclerose.

 

É possível reverter a aterosclerose?

Se você foi diagnosticado ou diagnosticada com aterosclerose, provavelmente deseja fazer tudo o que puder para reverter essa condição. No entanto, fica a pergunta, a aterosclerose pode ser revertida? O Dr. Deepak Bhatt da Escola de Medicina de Harvard respondeu a esta pergunta da seguinte forma:

A aterosclerose – o acúmulo de placas de gordura dentro das artérias – tende a ser uma doença de progressão lenta. No entanto, altas doses de estatinas (que levam o colesterol LDL a níveis muito baixos) parecem interromper a progressão da aterosclerose em pessoas com colesterol alto e podem até reverter o acúmulo de placa, de acordo com algumas pesquisas.

O Dr. Bhatt ainda afirma que é possível que uma dieta predominantemente vegetariana que exclui carnes, aves e ovos, combinada com exercícios e redução do estresse, possa reverter a aterosclerose.

Sobre isso ele enfatizou:

Uma dieta alimentar mediterrânea, que prioriza alimentos vegetais, mas inclui peixes, aves, azeite e oleaginosas, também parece reduzir o risco de doenças cardíacas e pode ser uma dieta mais fácil para algumas pessoas seguirem.

Clique aqui e saiba: DOENÇAS CARDÍACAS tudo o que você precisa saber!

 

Reverter a aterosclerose por meio de dieta e exercícios

Houve um estudo que mostrou que uma alimentação saudável e exercícios físicos podem reverter a aterosclerose.

No estudo, pessoas de meia-idade com doenças cardíacas ou diabetes que perderam mais de 5 quilos em um período de dois anos reduziram com sucesso o tamanho dos depósitos de gordura (ou placas) que obstruíam suas artérias, em vez de simplesmente interromper seu crescimento.

Não parecia importar que tipo de dieta os participantes seguiam, desde que eles perdessem peso. O estudo acompanhou 140 pessoas com idades entre 40 e 65 anos e que tinham doenças cardíacas ou diabetes tipo 2.

Após dois anos de dieta, cerca de dois terços dos participantes do estudo apresentavam menos obstrução nas artérias do pescoço do que quando o estudo começou.

 

Medicamentos que tratam ou revertem a aterosclerose

De acordo com a Mayo Clinic, os seguintes medicamentos podem tratar ou reverter a aterosclerose:

  • Medicamentos para colesterol
  • Betabloqueadores
  • Medicamentos antiplaquetários
  • Inibidores da enzima conversora da angiotensina
  • Bloqueadores do canal de cálcio
  • Diuréticos
  • Outros medicamentos

Os “outros medicamentos” mencionados acima podem incluir medicamentos que tratam de doenças subjacentes, como diabetes. Também podem ser prescritos exercícios que ajudam nos sintomas da aterosclerose, como os exercícios para reduzir as dores nas pernas ou nas extremidades.

 

Procedimentos cirúrgicos

Às vezes, os médicos podem considerar a cirurgia o melhor tratamento para a aterosclerose. A seguir estão alguns procedimentos usados ​​para tratar artérias obstruídas.

  • Angioplastia com stent: nesse procedimento o médico insere um tubo fino denominado cateter na artéria bloqueada. Um balão é inserido na artéria e então inflado, o que comprime os depósitos de gordura contra as paredes da artéria. Um tubo, denominado stent, é então deixado dentro da artéria para ajudar a mantê-la aberta.
  • Endarterectomia: nesse caso os depósitos de gordura podem ser removidos das paredes de uma artéria com uma cirurgia chamada endarterectomia.
  • Terapia fibrinolítica: se um coágulo sanguíneo está bloqueando uma artéria, os médicos podem usar um medicamento para dissolver o coágulo afim de separa-lo da artéria obstruída.
  • Cirurgia de derivação: nesse caso os médicos podem enxertar um vaso de derivação de outras partes do corpo do paciente ou tubos feitos de tecido sintético. Isso permite que o sangue flua para a artéria, evitando áreas bloqueadas ou artérias estreitadas.

 

Relação entre aterosclerose e disfunção erétil

A maioria dos homens com aterosclerose corre o risco de ter disfunção erétil. Da mesma forma, a maioria dos homens com disfunção erétil pode estar com aterosclerose e ainda não saber.

A disfunção erétil em alguns casos, ocorre porque os vasos sanguíneos estão contraídos, diminuindo o fluxo sanguíneo necessário para atingir uma ereção. Ao obter uma ereção, o sangue flui das artérias no abdômen. As artérias menores se ramificam das maiores, levando o sangue até o pênis.

Entretanto, não ocorrerá uma ereção se essas artérias não forem capazes de se dilatar adequadamente para permitir que o sangue flua. A aterosclerose obstrui essas artérias, dificultando o fluxo sanguíneo e causando disfunção erétil.

Se um homem trata a aterosclerose com dieta e exercícios, não apenas a aterosclerose pode ser revertida. Mas, frequentemente a disfunção erétil causada pelo fluxo sanguíneo restrito diminui. O tratamento da aterosclerose pode tratar a disfunção erétil, bem como fazer com que os medicamentos para disfunção erétil, como o Viagra por exemplo, funcionem melhor.

Além disso, é tudo uma questão de fluxo sanguíneo. Para obter e manter uma ereção, o sangue não pode ter problemas para chegar ao pênis. Sendo assim, se o homem tem disfunção erétil, talvez possa significar que um ou mais de seus vasos sanguíneos se estreitaram ou estão bloqueados.

Clique aqui e saiba: O que esperar ao tomar Viagra pela primeira vez.

 

Viagra para tratamento de disfunção erétil e aterosclerose

A droga chamada sildenafila, também conhecida como Viagra, foi originalmente desenvolvida como um tratamento para doenças cardíacas. Este medicamento pode ajudar com o fluxo sanguíneo. E às vezes é prescrito como um tratamento para doenças cardíacas, como aterosclerose.

Durante a relação sexual, o Viagra permite quem um maior fluxo sanguíneo seja direcionado para o pênis. Mas no coração, a “pequena pílula azul” pode prevenir o espessamento do músculo cardíaco e a insuficiência cardíaca em estágio inicial, de acordo com uma pesquisa publicada na revista BMC Medicine.

Entretanto, o Viagra não é o único medicamento que melhora o fluxo sanguíneo para o pênis, permitindo melhores ereções. Outros medicamentos para disfunção erétil, como Cialis e Levitra, também são tratamentos eficazes para esse problema.

Clique aqui e saiba: Qual é o melhor Viagra ou Cialis?

 

Resumo

Em resumo, muitos médicos acreditam que a aterosclerose pode ser revertida com dieta e exercícios, ou com o uso de medicamentos. Acima de tudo, caso tenha aterosclerose converse com o seu médico sobre as opções para tratar e reverter esse problema.

 

4 FONTES

https://www.health.harvard.edu
http://edition.cnn.com
https://www.webmd.com
https://www.ukmeds.co.uk

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here