Isotretinoína: 8 perguntas respondidas por dermatologistas

0
385
Isotretinoína mulher olhando acne do rosto no espelho

A isotretinoína, medicamento prescrito para acne mais conhecido pela marca Roacutan, é um remédio muito reconhecido, porém cheio de controvérsias.

Alguns veneram a isotretinoína (Roacutan), por oferecer uma cura prolongada e por vezes até permanente para a acne grave, como uma droga milagrosa. “Mudança de vida” é um adjetivo frequentemente usado para descrevê-lo.

Mas alguns profissionais alertam sobre os seus efeitos colaterais difíceis, e a internet está repleta de fontes que afirmam que o medicamento pode causar  depressão, suicídio, mudanças permanentes na visão, queda de cabelo e outros efeitos colaterais sérios.

Então o portal americano INSIDER pediu a dois dermatologistas para separar as verdades dos mitos. Leia as respostas para algumas das perguntas mais feitas sobre o tratamento com isotretinoína (Roacutan).

 

1. Isotretinoína realmente cura a acne na maioria das pessoas que a tomam?

A isotretinoína é a única medicação para acne que luta contra todas as quatro causas do problema: 1 excesso de oleosidade da pele, 2 poros obstruídos, 3 excesso de  bactérias P. acnes na pele e 4 inflamação, explica a Academia Americana de Dermatologia (AAD). O tratamento consiste em tomar um comprimido todos os dias e normalmente por quatro ou cinco meses.

O objetivo é atingir uma dose cumulativa do medicamento com base no seu peso corporal, explicou a Dra. Kathleen Suozzi, professora assistente de dermatologia na Escola de Medicina de Yale.

“Contanto que os pacientes recebam essa dose cumulativa, eles provavelmente terão uma boa resposta ao tratamento”, disse ela.

Na maioria dos casos, a isotretinoína oferece uma cura prolongada e às vezes permanente da acne. Mas, em alguns pacientes, a acne volta quando o tratamento termina. Suozzi afirma que isso acontece em um terço dos pacientes.

“No caso de a acne reaparecer após o término da isotretinoína, você pode precisar continuar o tratamento” afirmou o Dr. Zeichner,  diretor de pesquisa cosmética e clínica em dermatologia do Hospital Mount Sinai, à INSIDER. “Isso pode ser na forma de medicamentos tópicos ou orais ou talvez através de outro ciclo de tratamento com a isotretinoína. A escolha depende do seu tipo de acne e da conversa que você terá com seu dermatologista”.

 

2. A isotretinoína causa defeitos de nascença?

A isotretinoína pode causar defeitos congênitos graves, abortos espontâneos e nascimentos prematuros.

Se você é uma mulher que pode engravidar e está tomando o medicamento, é preciso verificar se está usando dois tipos de métodos contraceptivos (métodos de prevenção da  gravidez), explica o AAD. Você também precisa fazer um teste de gravidez que dê negativo antes de iniciar o tratamento.

Este risco de defeito congênito também é o motivo pelo qual você não pode doar sangue durante o tratamento com a isotretinoína (e nem por 30 dias depois de tomar a última pílula). Se você doou sangue e este foi dado a uma mulher grávida, seu filho ainda não nascido pode ser prejudicado.

 

3. A isotretinína deixará minha pele muito seca?

A resposta é, sim. A isotretinoína reduz a quantidade de óleo que sua pele produz. Essa é uma das razões pelas quais ela é tão boa no tratamento da acne, mas também é por isso que um dos efeitos colaterais mais comuns é pele e lábios secos.

“Praticamente todo paciente ficará com a pele seca porque é assim que funciona”, disse a Dr. Suozzi.

Outros efeitos colaterais comuns incluem erupções cutâneas, hemorragias nasais, dores nos ossos e nas articulações e queimação, vermelhidão ou coceira nos olhos, de acordo com a Mayo Clinic.

 

4. Tomar isotretinoína me tornará mais sensível ao sol?

Talvez. Algumas pessoas que tomam isotretinoína podem se sentir extremamente sensíveis ao sol, explicou a Dr. Suozzi.

“Provavelmente tem a ver com o fato de que o remédio está afinando a camada superior da pele chamada estrato córneo”, disse ela.

 

5. Posso consumir bebida alcoólica enquanto tomo isotretinoína?

Isso é algo para discutir com seu dermatologista.

“A isotretinoína é filtrada da corrente sanguínea pelo fígado. O álcool é filtrado da mesma maneira”, disse o Dr. Zeichner. “Consumir bebida alcoólica pode colocar uma pressão adicional em seu fígado quando você já está tomando isotretinoína”.

Isso significa que seu dermatologista o aconselhará a reduzir ou até a se abster de álcool enquanto estiver tomando o medicamento.

“Não há diretrizes definidas e você precisa entrar em contato com seu dermatologista para saber o que ele considera seguro para você”, acrescentou Zeichner.

 

6. Isotretinoína vai me fazer perder muito cabelo?

A perda de cabelo é uma preocupação recorrente entre os pacientes que irão tomar a isotretinoína. A boa notícia é que, mesmo que você tenha um cabelo ralo, provavelmente se houver queda de cabelo ela não vai durar muito tempo.

“A queda do cabelo é um efeito colateral da isotretinoína frequentemente falado, mas mal documentado”, disse o Dr. Zeichner. “Quando ocorre, geralmente é leve, não permanente e não resulta em falhas no couro cabeludo. O cabelo da maioria dos pacientes volta ao normal depois que param de tomar a droga”, acrescentou ele.

A Dr. Suozzi observou que suas unhas também podem ficar temporariamente mais finas e frágeis durante o tratamento.

 

7. O uso de isotretinoína mudará minha visão?

Isso pode ser verdade para algumas pessoas. A isotretinoína é um derivado da vitamina A e tomar altas doses de derivados da vitamina A pode ter um efeito temporário na sua visão, tornando mais difícil enxergar à noite, explicou Zeichner.

“Isso geralmente melhora quando você para de tomar a medicação”, acrescentou.

Mas a Dr. Suozzi disse que a secura e a irritação são muito mais comuns quando se trata dos pacientes que sofrem com os efeitos colaterais da droga relacionados aos olhos.

Ela também enfatizou que se você estiver tomando isotretinoína e notar uma alteração preocupante na visão, ou qualquer outro efeito colateral preocupante, você deve falar com seu dermatologista o mais rápido possível.

 

8. A isotretinoína irá causar doença inflamatória intestinal?

Doença inflamatória intestinal, é um termo genérico para distúrbios que causam inflamação crônica no trato digestivo.

Alguns estudos ligaram a isotretinoína à doença inflamatória intestinal, particularmente um tipo de inflamação no intestino chamada colite ulcerativa, afirma o Dr. Zeichner.

Mas ele também acrescentou que os “melhores estudos” que temos sobre o assunto descobriram que a isotretinoína não estava associada a um risco maior de colite ulcerosa. E além disso, ela estava até associada a uma  diminuição do risco da doença de Crohn, outro tipo de doença inflamatória intestinal.

 

3 FONTES

https://www.aad.org/public/diseases/acne/derm-treat
https://www.mayoclinic.org
https://www.insider.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here