O que fazer com a queda de cabelo na menopausa?

0
223
Queda de cabelo na menopausa

Existem vários tipos de queda de cabelo feminina. Falaremos sobre a mais comum, que é o enfraquecimento do cabelo devido ao desequilíbrio hormonal. Esse tipo de queda de cabelo ocorre sempre que os hormônios estiverem desequilibrados. Isso pode ocorrer também entre os 45 e 55 anos de idade. Fase em que a mulher pode estar na menopausa e quando o estrogênio e a progesterona começam a diminuir e as mulheres têm maior probabilidade de começar a sofrer de hipotireoidismo.

 

O que fazer com a queda de cabelo na menopausa?

A queda de cabelo na menopausa pode ser tratada por:

1. Balanceamento de estrogênio e progesterona com testosterona.

2. Suplementação da tireoide através de medicamentos, para quem tem tireoide hipoativa.

É normal perder entre 50 a 100 fios de cabelo por dia; isso faz parte do processo de renovação do cabelo. No entanto, a perda excessiva de cabelo causada por excesso de andrógenos (testosterona) e / ou baixa tireoide é responsável por cerca de 95% dos problemas de perda de cabelo.

Clique aqui e saiba: MENOPAUSA conheça agora 34 sintomas!

 

Queda de cabelo feminino: razões

A perda de cabelo em mulheres pode ocorrer devido ao aumento dos níveis de dihidrotestosterona (DHT), uma forma potente de testosterona. Como em alguns homens, os folículos capilares da cabeça de algumas mulheres podem ser particularmente sensíveis ao DHT. O DHT é produzido pela conversão da testosterona regular como resultado da redução de outros hormônios, como estrogênio e progesterona.

Outra causa da queda de cabelo em mulheres é o declínio do hormônio tireoidiano. Isso é conhecido como uma condição chamada tireoide hipoativa (hipotireoidismo), que causa outros sintomas, incluindo fadiga e ganho de peso.

 

Como evitar a queda do cabelo feminino

Um bom ponto de partida é verificar o nível de hormônios para ver se seu estrogênio, progesterona, testosterona (e DHT) e / ou tireoide estão equilibrados em níveis saudáveis. Isso deve explicar a maior parte, senão todo, o problema. Se os seus níveis hormonais estão baixos, então pode ser prescrita terapia de reposição hormonal (TRH). Isso pode ajudar a remediar uma série de sintomas diferentes da menopausa, incluindo queda de cabelo.

A importância de uma boa dieta e níveis adequados de óxido nítrico no sangue também é um assunto muito estudado hoje me dia. O óxido nítrico é importante para a função sexual de homens e mulheres. E parece que adicionar óxido nítrico ao sistema circulatório não é bom apenas para sua vida sexual e sistema cardiovascular. Mas também pode ajudar na prevenção da queda de cabelo.

Aqui estão algumas dicas que podem ajudar você a acabar com a queda de cabelo na menopausa:

  • Dieta balanceada

    Mantenha uma dieta balanceada: aproximadamente 33% de proteína; 33% de carboidratos e 33% de gordura. É importante minimizar os carboidratos refinados e limitar a quantidade de gordura saturada.

  • Mude sua rotina aos poucos

    Não tente fazer uma grande mudança de uma vez: tente criar hábitos e vá migrando para uma rotina mais saudável aos poucos.

  • Tome vitaminas

    Tome um multivitamínico: esta é a melhor forma de nivelar e equilibrar as necessidades do corpo à medida que a mulher envelhece. Muitas vezes sabemos o que é ruim para o corpo. Mas raramente sabemos o que está faltando no corpo. Com um multivitamínico, a ideia é dar ao organismo uma variedade de substancias que acreditamos que ele possa precisar. Ele então pega o que precisa e elimina o que não precisa nos resíduos do corpo.

  • Pratique exercícios

    O exercício deve ser feito com consistência e moderação. Assim como a dieta, determine onde você está e para onde quer ir. Encontre maneiras de colocar a atividade de volta no seu dia a dia – suba as escadas, estacione na vaga mais distante do supermercado ou dê um passeio com seu cachorro algumas vezes na semana, por exemplo. Chegue até um nível de pelo menos 30 minutos, 4 a 5 vezes por semana.

  • Reduza o estresse

    O estresse faz com que o corpo produza um hormônio chamado cortisol. O cortisol é muito catabólico, ou seja, destrói os tecidos do corpo. Aliás, ele é destrutivo para todo o organismo, mas principalmente para o cérebro. Além disso, reduzir ou eliminar as fontes de estresse pode ajudar a controlar o cortisol no corpo humano. Aprender técnicas básicas de relaxamento, como uma prática respiratória simples, pode minimizar os efeitos do estresse.

Clique aqui e saiba: “Queda de cabelo feminino” 10 maneiras para acabar com ela agora!

 

Desequilíbrio hormonal feminino

A seguir está um gráfico dos desequilíbrios dos hormônios femininos, a causa raiz e os sintomas.

Tipo de sintoma O que pode significar:
Ondas de calor Baixo estrogênio, principalmente estradiol
Mudanças de humor Baixo estrogênio, principalmente estradiol
Secura vaginal Baixo estriol
Sangrando Pode ser temporário devido a muito estradiol e / ou progesterona insuficiente
Queda de cabelo Baixo estrogênio e progesterona criando dominância de testosterona e / ou baixa tireoide
Baixo desejo sexual Baixa testosterona
Mastalgia (dor nos seios) Estradiol alto e / ou progesterona baixa
Pele seca Baixo estradiol, estriol e / ou tireoide
Retenção de líquidos Baixa progesterona
Miomas no útero ou cistos mamários Muito estrogênio e / ou progesterona insuficiente
Falta de memória Baixo estrogênio, testosterona e / ou tireoide
Depressão Baixo estrogênio, testosterona e / ou tireoide
Perda de energia Baixo estrogênio, testosterona e / ou tireoide
Ansiedade Baixa progesterona e / ou tireoide
Perda óssea Baixo estradiol, progesterona e / ou testosterona.

 

Elementos importantes do equilíbrio hormonal feminino

A seguir estão alguns elementos que são necessários e devem estar equilibrados para que a queda de cabelo na menopausa seja controlada.

Estrogênio

Existem três formas principais de estrogênio.

  • Estradiol

    O estradiol é o mais forte e abundante. Ele tem o maior efeito em interromper os sintomas de ondas de calor e mudanças de humor, mas é o mais perigoso em termos de potencial para câncer.

  • Estrona

    A estrona é produzida pelas células de gordura e a mulher pode, portanto, continuar a produzi-la naturalmente mesmo após a menopausa.

  • Estriol

    O estriol é um hormônio suave abundante no corpo durante a gravidez. É o mais fraco, mas tem grande potencial na redução da necessidade de estradiol, estrona e no alívio de sintomas como secura vaginal, pele seca e queda de cabelo.

Progesterona

A progesterona é essencial para proteger contra a osteoporose e para equilibrar os estrogênios.

Testosterona

A testosterona é essencial para os músculos, metabolismo, energia e desejo sexual, prevenir a osteoporose e aumentar a agilidade mental.

Hormônio da tiroide

O hormônio tireoidiano é fundamental para a função hormonal geral. À medida que as pessoas envelhecem, esse hormônio tende a diminuir, produzindo uma condição conhecida como hipotireoidismo. O hipotireoidismo pode contribuir para a queda de cabelo na menopausa. O tratamento dessa condição pode ajudar a restaurar o crescimento do cabelo.

Nas mulheres, a tireoide provavelmente é o mais importante de todos os hormônios no que se refere a como a mulher se sente e o problema menos diagnosticado. A baixa tireoide é muito comum em mulheres com mais de 40 anos.

Sintomas de hipotireoidismo

Conforme as pessoas envelhecem, como outros hormônios, os hormônios da tireoide tendem a diminuir. As mulheres, em particular, tendem a ficar com hipotireoidismo.

Alguns sintomas de hipotireoidismo são:

  • Fadiga.
  • Temperatura basal baixa (sensibilidade geral ao frio).
  • Cabelo ralo (problema frequentemente ignorado pelos médicos).
  • Pele e cabelo secos e unhas quebradiças.
  • Ansiedade, irritabilidade e problemas com o sono.
  • Depressão.
  • Colesterol alto.
  • Falta de memória.
  • Queda da taxa metabólica (ganho de peso e aumento da gordura corporal).

 

FONTE

https://www.ukmeds.co.uk

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here