Para que é indicado o Metronidazol?

0
449
Metronidazol

Principais fatos sobre o Metronidazol

  • Os efeitos colaterais mais comuns do metronidazol em comprimido, líquido ou gel vaginal são sensação ou enjoo, diarreia e um leve gosto metálico na boca.
  • Não é indicado o consumo de bebidas alcoólicas durante o tratamento com metronidazol em comprimidos, líquidos, supositórios ou gel vaginal, ou por 2 dias após terminar o tratamento. O álcool pode causar efeitos colaterais como sensação de enjoo, dor de estômago, batimentos cardíacos acelerados ou irregulares, palpitações e dor de cabeça.
  • Para a maioria das infecções, você começará a sentir o efeito do medicamento em alguns dias, mas para outras pode demorar mais.

Obviamente, você não deve tomar metronidazol se for alérgico a algum de seus ingredientes, portanto, sempre informe seu médico sobre quaisquer alergias que você tenha durante a consulta. O médico poderá determinar se o metronidazol é o medicamento certo para você e, caso não seja, ele poderá recomendar um tratamento alternativo para a vaginose bacteriana, por exemplo.

Clique aqui e saiba: Para que serve Omeprazol?

 

Para que é indicado o Metronidazol?

O metronidazol é um medicamento indicado como antibiótico, utilizado no tratamento de infecções bacterianas que causam doenças em humanos. É um medicamento antibacteriano conhecido como “Antibiótico de amplo espectro”. É frequentemente usado no tratamento de certas infecções e outras complicações de saúde.

Além disso, é usado para tratar uma ampla classificação de infecções bacterianas e parasitarias. Por outro lado, ele é útil para infecções parasitárias mas não é eficaz no tratamento de infecções virais. Metronidazol é usado para tratar infecções comuns, estomacais e intestinais causadas por certas bactérias.

Da mesma forma, um uso muito importante do metronidazol é para tratar a vaginose bacteriana. Uma infecção bastante inofensiva, que é extremamente comum entre as mulheres e é causada por um desequilíbrio bacteriano na vagina. Como o metronidazol é um antibiótico, ele elimina essa bactéria rapidamente e permite que as mulheres retomem suas atividades diárias e sexuais.

No tratamento da vaginose bacteriana, o metronidazol pode ser tomado por via oral na forma de comprimido. Para que a droga mate com eficácia as bactérias nocivas e prejudiciais, é crucial manter um nível adequado do medicamento no sangue. Portanto, ele deve ser tomado em intervalos regulares, sem pular nenhuma dose.

Clique aqui e saiba: “Coceira na vagina” possíveis causas.

 

O que é bactéria?

As bactérias são microrganismos minúsculos, unicelulares e microscópicos. Elas estão entre as primeiras formas de vida encontradas na Terra. Existem milhares e milhares de bactérias que vivem na água, no solo e no ar. Inclusive, alguns tipos de bactérias que podem causar doenças, que são amplamente conhecidas como bactérias patogênicas.

Existem também, certas bactérias que residem em nosso corpo. As bactérias podem resultar em doenças ao criar certas toxinas ou substâncias e invadir os tecidos do nosso organismo. Além disso, elas também podem desencadear inflamações, tosse, espirros, diarreia, fadiga e febre que podem afetar nosso sistema nervoso, rins, coração e até mesmo nosso sistema gastrointestinal.

 

Bactérias, vírus e micróbios

Bactérias, vírus e micróbios

As infecções bacterianas e virais no corpo humano podem ser bastante semelhantes de várias maneiras. Ambas são causadas ​​por micróbios que se espalham facilmente pelo contato com indivíduos infectados por meio do sexo ou do beijo, comida contaminada, água, superfícies abertas, tosse e espirros ou contato com hospedeiros infectados como gado, animais de estimação, insetos e muito mais.

Esses micróbios podem causar infecções agudas de curta duração ou temporárias, infecções crônicas que podem ser permanentes e durar por toda a vida. Existem também as chamadas infecções latentes que inicialmente não causam sintomas, mas podem, posteriormente, serem reativadas após vários meses ou anos. As bactérias e os vírus podem causar doenças leves, moderadas ou crônicas.

 

Bactérias e vírus distintos

Bactérias e vírus são tão minúsculos que você não pode vê-los sem um microscópio. As bactérias são organismos complexos de uma única célula com uma parede robusta e uma membrana fina, mas tipo borracha, que envolve o líquido dentro da célula. Elas são capazes de se reproduzir por si próprias. Estudos científicos mostram que essas bactérias já existiam a cerca de 4 bilhões de anos atrás.

As bactérias são capazes de se desenvolver em vários ambientes, tais como, ambientes com frio extremo, calor extremo, dentro do corpo humano e no gado, e em muitos materiais residuais radioativos.

Muitos microrganismos bacterianos ajudam a destruir outros micróbios causadores de doenças, digerem alimentos, lutam contra as células cancerosas e fornecem ao corpo nutrientes vitais. Apenas um por cento (1%) das bactérias podem causar doenças entre os seres humanos.

Por outro lado, um vírus é um agente infeccioso que geralmente é feito de uma molécula de ácido nucleico envolta em uma cobertura de proteína que é muito pequena e só pode ser vista através de um microscópio.

Eles podem se multiplicar e prosperar apenas com a ajuda das células vivas encontradas em um hospedeiro. No entanto, os vírus e as bactérias não estão vivos; eles não podem crescer ou se multiplicar por conta própria e devem entrar em um animal vivo ou célula humana e assumir o controle dessa célula para se multiplicar. Esses tipos de vírus infectam certas células bacterianas e causam doenças.

Os vírus são organismos muito pequenos que podem causar doenças leves a crônicas em plantas, animais domésticos e humanos. Isso pode resultar em resfriado, gripe ou algo fatal como HIV ou AIDS.

 

Metronidazol: Precauções

Antes de tomar metronidazol, informe o seu médico ou farmacêutico se você é alérgico a ele; ou a outros antibióticos; ou se você tem alguma outra alergia. Este produto pode conter ingredientes inativos, que podem causar reações alérgicas ou outros problemas. Fale com um médico ou farmacêutico para mais detalhes.

Durante a gravidez, este medicamento deve ser usado apenas quando absolutamente necessário. Discuta os riscos e benefícios do uso do metronidazol com seu médico.

Além disso, este medicamento passa para o leite materno. Por isso, discuta os riscos e benefícios com seu médico antes de usar metronidazol caso seja lactante. Se lhe for prescrito o tratamento de dose única, o seu médico pode orientá-la para interromper o aleitamento por um curto período de tempo após a dose. Consulte seu médico para obter mais detalhes.

 

2 FONTES

https://www.nhs.uk
https://www.ukmeds.co.uk

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here