Pode tomar cerveja depois do treino? E outras bebidas alcoólicas?

0
874
Cerveja na academia

Se você vive se fazendo a seguinte pergunta. Posso tomar cerveja depois do treino? E outras bebidas alcoólicas? Pois, acha que todos os frequentadores assíduos de academia evitam consumir bebidas alcoólicas ou apenas bebem socialmente, você está enganado! De acordo com um estudo da Universidade de Miami, os frequentadores de academia e praticantes de exercícios como um todo bebem mais do que os que não se exercitam.

Hoje em dia, o fato de saber que atletas bebem álcool após o treino não é tão surpreendente, os encontros pós academia e CrossFit, quase sempre são regados a cerveja e outras bebidas alcoólicas.

Mas, será que se exercitar e beber realmente andam juntos, será que a questão, pode tomar cerveja depois do treino, não deveria ser levada mais a sério? De acordo com estudos recentes, o que beber depois do treino é uma questão muito importante e deveria ser levada mais a sério sim.

 

Bebida alcoólica após exercício físico

Para saber de uma vez por todas se você pode tomar cerveja depois do treino ou outras bebidas alcoólicas. Antes é necessário entender como o álcool nos afeta após a pratica do exercício físico. É crucial primeiro entender como isso afeta nosso corpo em geral, para depois decidir se vai berber ou não. Podemos agradecer ao nosso fígado por sofrer o impacto, pois ele é o responsável ​​por quebrar e metabolizar todas as toxinas ingeridas.

Entretanto, uma vez que o álcool entra em nossa corrente sanguínea através do estômago, ele também chega a quase todos os outros órgãos e sistemas, explica Jim White, nutricionista e fisiologista do exercício.

“Quando você bebe, seu corpo gasta energia para se desintoxicar, em vez de gastar essa mesma energia em processos mais benéficos, como reparo e crescimento muscular”, diz White.

“O álcool afina o sangue, mata as células cerebrais, pode ter implicações cardiovasculares negativas e interferir no sono, e não devemos esquecer que o sono é crucial na recuperação muscular”, diz o psicólogo clínico e especialista em abuso de substâncias John Mayer. Como se tudo isso não fosse suficientemente sério, também existem alguns efeitos negativos mencionados em pesquisas muito relacionados ao humor.

Porém, se nada disso o levou à sobriedade, vamos à pergunta em questão: Pode beber cerveja depois do treino?

Vale ressaltar que, quando falamos em cerveja aqui, estamos nos referindo a toda e qualquer bebida alcoólica. Apenas usamos a cerveja como bode expiatório por ela ser tão amada pelos brasileiros e ser uma das bebidas alcoólicas mais consumidas em nosso país.

 

Pode beber cerveja depois do treino?

Embora não existam muitas pesquisas sobre exatamente quanto tempo depois de um treino você deve esperar para tomar cerveja ou qualquer outras bebida alcoólica. Os especialistas concordam que seguir para o bar logo após praticar exercícios físicos, pode neutralizar o trabalho duro que você acabou de fazer, por isso…

Pode beber cerveja depois do treino?

Pode, mas é melhor esperar pelo menos uma hora, no mínimo!

“O período mais crítico para a recuperação é dentro de um espaço de tempo de uma hora após o exercício, portanto, você deve evitar beber dentro desta janela e se concentrar em reabastecer eletrólitos, reidratar e se alimentar corretamente”, diz Mayer.

Mas, o ideal é uma hora entre o treino e a bebida alcoólica, pra não dizer o mínimo. “Se você puder, é melhor esperar pelo menos seis horas”, diz White. “Então, se você sabe que vai sair para beber no sábado à noite, tente fazer o seu treino lá por volta do meio-dia”.

A estudiosa Marie Spano concorda, “A pesquisa mostra que o álcool pode afetar a taxa de síntese proteica, que é basicamente o processo pelo qual seus músculos crescem e se recuperam, então, na verdade, quanto mais tempo você ficar sem bebida alcoólica melhor” diz ela.

Quando treinamos, estamos estressando nossos músculos, para que eles se recuperem e se tornem maiores e mais fortes. E quando você consome muita bebida alcoólica, está fazendo o caminho inverso ou anulando esse processo.

Além disso, estudos também mostram que o álcool pode diminuir os níveis do hormônio do crescimento humano (HGH), esse hormônio ajuda o corpo a construir músculos e ajuda na queima de gordura de modo efetivo. Da mesma forma, tem um papel importante na saúde de modo geral e na longevidade.

Clique aqui e saiba: O que beber na dieta cetogênica?

 

Álcool e academia: o que beber depois do treino?

Se você insiste na questão se pode tomar cerveja depois do treino ou não. É interessante saber que, qualquer que seja o intervalo de tempo, caso opte por beber, Mayer diz que a quantidade é a principal coisa a se ter em mente. Dois estudos relacionados do Journal of Clinical Investigation compararam a taxa de síntese proteica hepática em pessoas que consomem álcool em diferentes quantidades.

Um estudo constatou que as pessoas que consumiram 71 gramas de álcool puro (aproximadamente cinco cervejas) foram mais prejudicadas do que outras de um segundo estudo. Esse outro estudo descobriu que quando as pessoas consumiram apenas 28 gramas de álcool, que é aproximadamente a quantidade encontrada em cerca de duas cervejas padrão, foram menos prejudicadas.

E enquanto nenhum estudo especifica a janela de tempo exata de consumo de álcool após o treino, a ciência certamente sugere que beber mais de cinco cervejas prejudica o crescimento e a recuperação muscular.

 

O que fazer então?

Para levar seus treinos super a sério significa que você precisa excluir completamente o álcool? Bom… isso depende dos seus objetivos. Você está treinando para as Olimpíadas? Os atletas que consomem álcool pelo menos uma vez por semana têm duas vezes mais chances de se machucar do que os que não bebem. Então talvez sim, dê um tempo na bebida.

Mas vamos ser sinceros, isso não vai acontecer para a maioria das pessoas que estão apenas tentando ficar em forma.

“Estar com o corpo bem alimentado e hidratado antes de beber pode ajudar”, diz White. “As melhores opções para abastecer seu corpo após o exercício são proteínas e carboidratos complexos. Seu corpo precisa de proteínas para aumentar a síntese de proteínas e carboidratos, afim de aumentar o armazenamento de glicogênio ”, afirma White.

E embora a pesquisa seja limitada, um estudo publicado no Alcohol Journal mostrou que as bebidas com maior concentração de álcool tiveram mais efeitos de desidratação. Portanto, beber uma cerveja com uma porcentagem mais baixa de álcool como 3,5%, em comparação com outras bebidas alcoólicas que têm mais de 9% de álcool, pode fazer a diferença.

Portanto, se o Happy hour depois da academia é inevitável, lembre-se, se você se alimentar antes e esperar algumas horas para beber após o exercício, há poucas evidências que sugerem que você vai desfazer completamente o trabalho duro feito academia.

“Apenas não deixe que a bebida se torne um mecanismo de recompensa pelo exercício. A alegria do exercício deve ser a atividade em si, não o álcool que virá depois. É fácil cair na mentalidade de “eu malho para beber”, mas isso não significa que você tenha sucesso dentro ou fora da academia”, diz Mayer.

 

4 FONTES

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2747097/
https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27135475/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4629692/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3922864/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here