Relação entre prisão de ventre e náusea

0
443

A prisão de ventre é um sintoma desconfortável, mas muito comum. Pessoas que sofrem de prisão de ventre podem apresentar sintomas adicionais, como dor abdominal ou náusea. A náusea é a sensação de enjoo e desconforto no estômago que faz uma pessoa sentir vontade de vomitar.

O Instituto Nacional Americano de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais  define a prisão de ventre ou constipação como movimentos intestinais dolorosos e pouco frequentes que consistem em fezes duras e secas. O instituto também estima que a constipação afeta cerca de 16% dos adultos americanos e 33% desses tem idade acima de 60 anos.

Continue lendo para saber mais sobre os vínculos entre a prisão de ventre e a náusea, e o que algumas pessoas acabam sentindo quando estão com esse problema.

Causas da náusea na prisão de ventre

Mudanças na dieta e no estilo de vida, bem como a falta de exercício físico, podem causar prisão de ventre em algumas pessoas. No entanto, constipação crônica ou recorrente pode indicar uma condição médica subjacente mais grave, como obstrução intestinal ou doença inflamatória intestinal.

Normalmente, condições que causam prisão de ventre também podem levar a náuseas e outros sintomas digestivos.

Algumas causas possíveis que causam náusea em pessoas com prisão de ventre são:

Obstrução intestinal

Uma obstrução intestinal ocorre quando um bloqueio se forma no intestino, impedindo a passagem de alimentos digeridos e resíduos.

Uma obstrução intestinal pode ser causada por fezes extremamente duras, inflamações ou acúmulo de tecido cicatricial após uma cirurgia. Às vezes, o intestino pode ficar torcido, resultando em uma condição que os médicos chamam de vólvulo.

Obstruções intestinais impedem a passagem normal das fezes, o que pode levar à prisão de ventre. Pessoas com obstrução intestinal podem apresentar uma ampla gama de sintomas, dependendo da localização e gravidade do bloqueio.

Uma obstrução no intestino delgado, perto do estômago, pode causar náusea e vômito. Se não tratada, uma obstrução intestinal pode causar complicações sérias, incluindo:

  • infecção grave, como sepse
  • necrose intestinal
  • perfuração intestinal

Doença inflamatória intestinal

A doença inflamatória intestinal refere-se a um grupo de condições médicas que causam inflamação no trato gastrointestinal. Tipos comuns de doença inflamatória intestinal incluem colite ulcerosa e doença de Crohn.

A inflamação relacionada à doença inflamatória intestinal pode causar vários sintomas digestivos desconfortáveis, como:

  • diarreia
  • prisão de ventre
  • evacuação parcial ou evacuação incompleta
  • dor de estômago
  • náusea
  • fezes ensanguentadas

Síndrome do intestino irritável

A síndrome do intestino irritável (SII) é uma condição crônica que afeta o intestino grosso, causando sintomas como:

  • dor de estômago e cólicas
  • excesso de gases e inchaço
  • prisão de ventre
  • diarreia

Os efeitos desses sintomas de síndrome do intestino irritável podem levar à náusea.

A causa exata da síndrome permanece desconhecida. No entanto, pesquisadores identificaram vários fatores subjacentes em potencial, como:

  • crescimento bacteriano no intestino
  • sensibilidades alimentares
  • genética
  • estresse
  • ansiedade ou depressão

Efeitos colaterais de laxantes ou outros medicamentos

Certos medicamentos vendidos sem receita ou com receita médica podem causar problemas digestivos, incluindo constipação e náusea. Pessoas que desenvolvem constipação após iniciar um novo medicamento devem conversar com seu médico.

Lubiprostona é um medicamento para o tratamento da constipação relacionada à síndrome do intestino irritável. E de acordo com um artigo científico de 2014 a náusea é um dos principais efeitos colaterais do medicamento.

Os laxantes podem estimular os movimentos intestinais e aliviar a constipação. No entanto, esses tratamentos também podem ter efeitos colaterais, como:

  • náusea
  • vômito
  • inchaço
  • diarreia
  • dor de estômago
  • dores de cabeça

Os órgãos de saúde listam a náusea como um dos principais efeitos colaterais da lactulose, um laxante comum feito de açúcar sintético.

Sintomas relacionados à prisão de ventre (constipação)

As pessoas podem desenvolver prisão de ventre por várias razões, como mudanças na dieta, falta de exercício e, em alguns casos, como sintoma de uma condição médica subjacente.

Pessoas com prisão de ventre podem apresentar sintomas adicionais, incluindo:

  • dor durante os movimentos intestinais
  • dificuldade de evacuar suas fezes
  • fezes duras, secas ou irregulares
  • evacuação incompleta ou a vontade de evacuar mesmo depois de ter acabado de ir ao banheiro
  • fadiga
  • diminuição do apetite
  • perda de peso não intencional

Tratamento

Os tratamentos para náusea associada à prisão de ventre variam, dependendo da causa subjacente.

Os médicos costumam prescrever medicamentos para tratar os sintomas da síndrome do intestino irritável e da doença inflamatória intestinal.

Mudanças na dieta e no estilo de vida podem ajudar a aliviar a prisão de ventre ocasional e até reduzir os surtos de síndrome do intestino irritável e doença inflamatória intestinal.

No começo, as pessoas podem querer evitar alimentos e bebidas que podem perturbar o sistema digestivo. Dentre eles:

  • alimentos processados
  • alimentos ricos em gordura
  • bebidas carbonatadas
  • bebidas com cafeína
  • lacticínios
  • carne vermelha

Manter um diário alimentar pode ajudar as pessoas a identificar quais alimentos desencadeiam constipação ou náusea. Identificar possíveis intolerâncias alimentares também pode ajudar alguém a evitá-las no futuro.

Comer mais fibras e manter-se hidratado pode ajudar a aliviar a constipação. A fibra adiciona volume às fezes e a água as mantém macias, o que facilita a passagem das fezes pelo intestino.

Praticar atividade física suficiente também ajuda a promover movimentos intestinais regulares. No entanto, ir à academia pode ser a última coisa na mente de alguém quando se sente enjoado ou constipado. Se esse for o caso, a pessoa pode fazer uma caminhada leve após a refeição.

Quando consultar um médico

Se os sintomas de uma pessoa não melhorarem após a implementação de algumas dessas mudanças no estilo de vida e na dieta, convém consultar um médico ou outro profissional de saúde.

As pessoas devem procurar atendimento médico imediato se sentirem prisão de ventre ou náusea, junto com um ou mais dos seguintes sintomas:

  • sede excessiva
  • febre
  • dor intensa no abdômen
  • fezes pretas ou com sangue
  • tontura
  • confusão mental
  • perda de peso inexplicável

Pessoas que experimentam vários episódios de vômito ou diarreia que duram mais de 3 dias podem estar com intoxicação alimentar grave e devem procurar atendimento médico o mais rápido possível.

Resumo

Náusea e prisão de ventre podem ocorrer ao mesmo tempo. Inúmeros fatores possíveis, incluindo mudanças no estilo de vida e na dieta das condições gastrointestinais subjacentes, podem resultar em sintomas digestivos desconfortáveis.

Pessoas que experimentam crises recorrentes de náusea e prisão de ventre podem tentar iniciar um diário alimentar para identificar possíveis intolerâncias alimentares.

Conversar com um médico pode ajudar a descobrir a causa subjacente dos problemas digestivos. Os médicos também podem recomendar tratamentos seguros e eficazes, baseados no histórico médico das pessoas e nos sintomas atuais.

FONTE

Prisão de ventre.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here