Home Saúde da Mulher Gravidez Sintomas de Gravidez

Sintomas de Gravidez

0
553
teste de gravidez

Se você está lendo esse texto sobre sintomas de gravidez, certamente é porque você anda se fazendo a seguinte pergunta!

Será que eu estou grávida?

Essa é uma pergunta bem complexa de responder, pois, as mulheres podem ser bem diferentes umas das outras quando o assunto é sintomas de gravidez. Nem toda mulher tem os mesmos sintomas e por vezes a mesma mulher pode ter sintomas de gravidez completamente diferentes de uma gestação para outra.

Além disso, como os sintomas de gravidez geralmente são muito parecidos com os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM), você pode acabar descobrindo a gravidez só quando a sua menstruação atrasar de fato.

Uma mulher é diferente da outra, logo, suas experiências de gravidez provavelmente também serão. Além disso, como os sintomas de gravidez geralmente são parecidos com os sintomas que você sente antes e durante a menstruação, durante a TPM e até mesmo os sintomas da menopausa, você pode não perceber que está grávida.

Nesse texto, faremos uma descrição sobre quais são os sintomas de gravidez antes do atraso menstrual, sintomas de gravidez nos primeiros dias, sintomas de gravidez que ninguém sabe ou pelo menos não são muito falados, dentre vários outros temas que podem interessar a alguém que está querendo saber mais sobre sintomas de gravidez.

Você deve saber que esses sintomas podem ser causados ​​por outras coisas que não são uma gravidez.

Portanto, o fato de você perceber alguns dos sintomas que serão mencionados aqui, não significa necessariamente que você está grávida, pois, a única maneira de ter certeza se você está grávida ou não é fazendo um teste de gravidez.

Quais são os sintomas de gravidez

Testes de gravidez e ultrassonografias são as únicas maneiras de afirmar com assertividade se você está ou não grávida. Porém, existem outros sinais e sintomas que você pode observar.

Os primeiros sintomas de gravidez são muito reveladores se forem bem observados. Pois, já podem incluir enjoos matinais, sensibilidade a cheiros e fadiga .

Embora possa parecer estranho, a sua primeira semana de gravidez é baseada na data do seu último período menstrual. Seu último período menstrual é considerado a semana 1 da gravidez, mesmo que você ainda não estivesse grávida.

A data do parto por exemplo, é calculada usando o primeiro dia da sua última menstruação. Por esse motivo, as primeiras semanas em que você pode não ter sintomas também contam para a gravidez de 40 semanas.

Para um melhor esclarecimento ilustramos no quadro a seguir quais são os sintomas de gravidez.

SINAIS E SINTOMAS LINHA DO TEMPO
cólicas e sangramento leve semana 1 a 4
atraso menstrual semana 4
fadiga semana 4 ou 5
náusea semana 4 a 6
seios doloridos semana 4 a 6
micção frequente semana 4 a 6
inchaço semana 4 a 6
enjoo semana 5 a 6
mudanças de humor semana 6
mudanças da temperatura corporal semana 6
pressão alta semana 8
fadiga extrema e azia semana 9
batimento cardíaco mais rápido semana 8 a 10
alterações de mama e mamilo semana 11
acne semana 11
ganho de peso perceptível semana 11
pele brilhante semana 12

Sintomas de gravidez antes do atraso

Qualquer mulher que esteja ou não tentando engravidar sabe que as duas semanas entre a ovulação e o primeiro dia da menstruação demoram muito tempo a passar. E isso acontece por dois motivos, ou por que a mulher está querendo muito engravidar ou porque a gravidez é algo que ela não quer de jeito nenhum naquele momento.

Mas, é importante frisar que se forem observados com atenção, as mulheres podem experimentar sintomas de gravidez antes do atraso menstrual, logo após o óvulo ser implantado no útero, o que ocorre entre 8 e 14 dias após a ovulação.

O início da gravidez e os sintomas pré-menstruais geralmente são semelhantes e um pouco vagos, deixando muitas mulheres imaginando se estão grávidas ou de TPM.

Lembrando que, nem todas as mulheres terão sintomas de gravidez.

Muitas mulheres se perguntam se cada pontada e dor podem ser um sinal de gravidez. No entanto, como mencionado anteriormente os primeiros sintomas da gravidez são muito semelhantes aos sintomas da TPM.

Alguns sintomas de gravidez inclusive, podem ser confusos por fazerem parte da vida cotidiana de qualquer mulher ativa, como por exemplo, sentir  dores musculares, dores de cabeça e até mesmo os enjoos que podem perfeitamente estar sendo causados por algum alimento que não fez bem.

A seguir, vamos falar sobre o que acontece no corpo na época da ovulação e quais sintomas de gravidez antes do atraso podem ser notados com certa facilidade.

Sintomas de gravidez primeiros dias

Enquanto algumas mulheres têm muitos sintomas de início de gravidez, outras têm poucos ou nenhum sintoma.

Além disso, os sintomas de gravidez nos primeiros dias podem ser muito semelhantes aos sintomas ocorridos na época da ovulação, durante a TPM ou provocados por uso de certos medicamentos.

É por isso que os sintomas de gravidez nos primeiros dias não são tão confiáveis para afirmar se uma mulher está grávida ou não.

Sintomas de gravidez: dias 0 a 7 da ovulação

A ovulação acontece no momento em que um ovário libera o óvulo. E assim que um ovário libera um óvulo, a fase lútea do ciclo menstrual começa. A fase lútea termina com o período menstrual, a menos que a gravidez aconteça.

É provável que a maioria não sinta nenhum dos sintomas de gravidez durante a primeira parte da fase lútea. Isso acontece porque a gravidez não ocorre até que o óvulo fertilizado seja implantado na parede do útero.

Durante a fase lútea, o corpo irá produzir mais progesterona, esse hormônio ajudará a sustentar a gravidez nos primeiros dias. Os níveis de progesterona atingem o pico de 6 a 8 dias depois da ovulação, mesmo quando a mulher não engravida.

Os níveis de progesterona podem afetar o humor e o corpo da mulher como um todo, e isso significa que, após uma semana ou mais, ela pode começar a sentir sintomas bem parecidos no início da gravidez e no período pré menstrual.

Quando um óvulo fertilizado chega no útero, ele se implanta na parede do uterina. Esse processo marca o início da gravidez e ocorre de 6 a 12 dias após a fertilização.

E é nesse momento em que as mulheres podem começar a sentir os primeiros sintomas de gravidez, incluindo:

  • dor nas mamas
  • inchaço
  • desejos de comida
  • sensibilidade dos seis muito aumentada
  • dores de cabeça e dores musculares

Entretanto, esses sintomas de gravidez também podem ocorrer em quem não está grávida. E isso acontece, como já mencionamos anteriormente, devido ao aumento dos níveis de progesterona presentes nos últimos estágios do ciclo menstrual.

Sintomas de gravidez: dias 7 a 10 da ovulação

Quando o óvulo fertilizado se implanta no útero, boa parte das mulheres notam um sangramento leve, o que é chamado sangramento de implantação.

Isso normalmente dura apenas um dia ou dois e tem fluxo muitíssimo leve. O sangramento de implantação é um dos primeiros sinais de gravidez, pois ele ocorre na época em que a mulher engravida.

No entanto, mesmo quando a mulher tem esse sangramento no momento da implantação, um teste de gravidez ainda pode dar negativo. Devido a um aborto muito cedo chamado gravidez química, ou o sangramento pode ser devido a outra causa.

Na implantação, o corpo começa a produzir um hormônio da gravidez chamado gonadotrofina coriônica humana (hCG). Ele é conhecido como hormônio da gravidez e juntamente com progesterona e estrogênio, serão os responsáveis pelos sintomas de gravidez antes do atraso.

Porém, poderá levar alguns dias até que o hCG atinja um nível detectável; portanto, os testes de gravidez podem não captar o hormônio e os sintomas podem não se desenvolver imediatamente.

Sintomas de gravidez: dias 11 a 14 da ovulação

Alguns dias depois da implantação, os níveis de hCG podem estar altos o suficiente para causar sintomas de gravidez. No entanto, esta também é a fase do ciclo menstrual, quando é mais provável que a mulher tenha sintomas que irá menstruar.

As mulheres que estão mais atentas a como seu corpo se comporta a cada mês podem ser mais capazes de identificar se seus sintomas são de uma gravidez ou da menstruação.

Alguns outros sintomas de gravidez no início são:

  • escurecimento na cor dos mamilos (bico dos seios)
  • fadiga excessiva
  • desejos de comida
  • aumento da fome
  • aumento da necessidade de urinar
  • alterações gastrointestinais, como cólicas ou diarreia

Quando uma mulher apresenta vários sintomas de gravidez antes do atraso, é possível que os níveis de hCG estejam altos o suficiente para que um teste possa detectar uma gravidez.

Outros sintomas de gravidez

Alguns outros sintomas de gravidez são:

  • seios inchados, sensíveis, mais pesados ​​ou mais volumosos
  • cansaço extremo
  • enjoos
  • aversões a certos alimentos
  • desejos alimentares
  • dores de cabeça
  • prisão de ventre
  • diarreia
  • mudanças de humor
  • vontade de chorar
  • tonturas ou desmaios
  • temperatura corporal elevada
  • menstruação atrasada

Sintomas de gravidez que ninguém sabe

À medida que a gravidez progride e os níveis de hCG aumentam ainda mais, muitas mulheres podem começar a sentir sintomas de gravidez que ninguém sabe ou que não são tão comuns.

Alguns desses sintomas são:

Congestão nasal

A congestão nasal é um dos sintomas de gravidez muitas vezes esquecido ou até desconhecido.

Isso acontece com algumas mulheres porque, à medida que o suprimento sanguíneo aumenta, pode acorrer um leve inchaço das passagens nasais o que pode levar à congestão nasal.

Fadiga

A fadiga é um dos sintomas de gravidez mais comuns, porém, as vezes não percebido.

Durante o início da gravidez, é normal sentir-se cansada, só que as vezes devido a correria do dia a dia, esse cansaço pode ser confundido a atrelado a noites mal dormidas ou sobrecarga no trabalho por exemplo.

Mudança de humor

Mudanças repentinas de humor podem estar relacionadas a alterações hormonais, fadiga e estresse no início da gravidez. É normal sentir sensibilidade emocional aumentada e flutuações bruscas de humor.

A gravidez também pode piorar condições pré-existentes, como depressão, ansiedade e outras condições psicológicas não diagnosticadas anteriormente.

Mas, como a mudança de humor é quase um clássico da TPM, esse também é um dos sintomas de gravidez difícil de ser notado a não ser que a mulher esteja muito atenta ou isso aconteça de forma mais intensa.

Dores de cabeça

Dores de cabeça são comuns no início da gravidez, como resultado de alterações hormonais.

Dor de cabeça pode ser um dos Sintomas de Gravidez

No entanto, pela dor de cabeça ser um problema tão comum no dias atuais, muitas vezes ela pode passar despercebida e ser encarada como apenas mais uma dor de cabeça.

Porém, é importante lembrar que, caso esteja grávida, a mulher deve conversar com um profissional de saúde para obter uma lista de medicamentos para dor de cabeça que possam ser tomados com segurança por mulheres gravidas.

Como são as cólicas no início da gravidez?

Cólicas de implantação podem ser um dos sintomas de gravidez. Por isso, entender as causas e as principais diferenças entre cãibras de implantação e cólicas menstruais ajudará você a saber se está grávida ou não.

A cãibra de implantação é uma dor sentida por algumas mulheres quando o óvulo é fertilizado e se liga ao revestimento do útero. Esse processo é chamado de implantação, e as vezes, as cólicas ocorrem quando isso acontece, porém, nem sempre a mulher percebe essa dor.

Diferença entre cãibras de implantação e cólicas menstruais

Cãibras de implantação são diferentes das cólicas menstruais. As cólicas menstruais acontecem quando o útero contrai para expelir seu revestimento.

Substâncias chamadas prostaglandinas provocam a contração dos músculos uterinos, as prostaglandinas estão associadas à dor e inflamação, e esse processo pode causar cólicas.

Nem todas as mulheres sentem as cãibras durante a implantação. E para aquelas que sentem, as cólicas podem ser leves ou moderadas.

Algumas mulheres descrevem a sensação da cãibra de implantação como:

  • uma picada
  • uma pontada forte
  • sensação de formigamento

É incomum ter dor intensa por cólicas durante o implante; portanto, qualquer pessoa que sinta cólicas excessivamente doloridas entre os períodos deve ser avaliada por um médico.

O implante tende a acontecer de 6 a 12 dias após a ovulação, quando a gravidez ocorre. É aproximadamente o mesmo tempo em que uma mulher normalmente espera que sua menstruação desça.

Sendo assim, o que pode ser tomado como base para diferenciar mais facilmente uma cólica de início de gravidez de uma cólica menstrual é que. Provavelmente você já tem um histórico de como se comportam as suas cólicas menstruais, e o que mais irá ajudar a diferenciar os dois tipos são as sensações não sentidas em outros momentos que irão acompanhar essa cólica como, uma pontada, uma fisgada forte entre outros sinais que em geral você não sentia junto com a sua cólica.

Sintomas de Gravidez

É fácil confundir cólicas menstruais com sintomas de implantação. Devido à semelhança dos sintomas entre menstruação e implantação, a diferença entre a cãibra e a cólica será mais facilmente diferenciada se for associada a outros sintomas de gravidez, como os que já foram mencionados na lista no início do texto.

Como saber a diferença entre a TPM e os sintomas de gravidez

Já mencionamos anteriormente, que a tensão pré-menstrual (TPM) causa vários sintomas muito semelhantes aos sintomas de gravidez. O resultado disso é que algumas mulheres têm dificuldade em saber se estão grávidas ou de TPM.

Os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM) e os sintomas de gravidez podem variar de pessoa para outra, mas geralmente incluem sensibilidade nos seios, cólicas e alterações de humor.

Sintomas parecidos de TPM e gravidez

Os sintomas comuns à TPM e à gravidez incluem:

Mudanças de humor

Sentir-se irritada, ansiosa, triste, ou com vontade de chorar, é comum no início da gravidez e nos dias que antecedem a menstruação.

Esses sintomas da TPM geralmente desaparecem quando a menstruação começa. No entanto, se as alterações de humor persistirem e a menstruação atrasar, isso pode sugerir uma possível gravidez.

Sentimentos persistentes de tristeza e angustia podem indicar depressão. Por isso, consulte um médico se a mudança de humor, o sentimento de angustia e outros durarem 2 semanas ou mais.

Cerca de 10% das mulheres grávidas em todo o mundo sofrem de uma alguma condição de saúde mental, sendo que a depressão é a mais comum delas.

Prisão de ventre

As alterações hormonais são uma causa comum de constipação nas mulheres, as flutuações hormonais podem retardar os movimentos intestinais e causar prisão de ventre.

Pesquisas sugerem que a constipação afeta até 38% das mulheres durante a gravidez, mas também afeta muitas mulheres antes dos períodos menstruais.

As mulheres grávidas têm maior probabilidade de constipação nos dois primeiros trimestres da gravidez, enquanto as mulheres com problemas intestinais relacionados à TPM geralmente apresentam alívio do problema após o início da menstruação.

Dor e sensibilidade mamária

As alterações mamárias são um sintoma comum da TPM e de início de gravidez. Porém, se for gravidez essa sensibilidade nos seios pode vir acompanhada de:

  • dor
  • inchaço
  • sensibilidade
  • sensação de que os seios estão mais pesados

No entanto, em mulheres com TPM, os sintomas relacionados à mama geralmente são mais fortes imediatamente antes do período menstrual e geralmente melhoram durante o período ou logo após o término.

No início da gravidez, os seios podem parecer particularmente sensíveis ao toque, e geralmente ficam mais pesados. A área ao redor do mamilo pode arder ou doer. Algumas mulheres também podem ficar com as veias dos seios mais azuis e visíveis perto da superfície dos seios.

Os sintomas de gravidez relacionados a mama começam 1 ou 2 semanas após a concepção e podem persistir até o parto.

Fadiga

O hormônio progesterona contribui para o cansaço e a fadiga antes do período menstrual. Porém, a fadiga geralmente desaparece assim que a menstruação começa.

No entanto, a fadiga também é um sintoma comum de início de gravidez, muitas vezes ela persiste durante o primeiro trimestre, e algumas mulheres podem até se sentirem cansadas pelos 9 meses completos da gestação.

Dificuldade para dormir e micção noturna freqüente podem piorar a fadiga da gravidez.

Sangramento

Sangramentos leves podem ocorrer no início da gravidez. Isso é chamado de sangramento de implantação e geralmente ocorre de 10 a 14 dias após a fertilização.

Muitas mulheres não tem esse sangramento, outras têm mais acabam não percebendo por ele ser muito sutil ou acontecer durante uma ida ao banheiro ou durante o banho.

Cólicas

Cólicas são comuns tanto na TPM quanto no início da gravidez. As cólicas na gravidez são semelhantes às cólicas menstruais, mas podem ocorrer no estômago.

Essas cãibras podem persistir por semanas ou meses durante a gravidez, à medida que o embrião se implanta e o útero se estende.

Dores de cabeça e dor nas costas

Alterações hormonais podem causar dores de cabeça, dores nas costas no início da gravidez e antes do período menstrual.

Mudanças no apetite

O aumento do apetite e os desejos de comida são sintomas de gravidez muito comuns, mas também podem ser causados pela TPM.

Muitas mulheres com TPM sentem aumento do apetite e do desejo por alimentos doces, gordurosos ou refeições ricas em carboidratos.

Alterações nos hormônios estrogênio e progesterona também influenciam o apetite antes do período menstrual. Pesquisas indicam que 50% a 90% das mulheres grávidas sentem desejos por algum tipo de alimento.

Muitas anseiam por alimentos específicos e têm aversão a outros, achando o aspecto ou o cheiro profundamente desagradáveis. No entanto, as aversões alimentares são muito menos comuns em mulheres com TPM.

Algumas mulheres grávidas têm desejos de comer coisas não comestíveis como, terra, carvão entre outros. O termo médico para esse fenômeno é Síndrome de Pica. Qualquer pessoa com esses sintomas deve procurar um médico.

Sintomas exclusivos de gravidez

Alguns sintomas têm maior probabilidade de indicar uma gravidez no início do que uma TPM. No entanto, uma mulher só pode ter certeza que está grávida fazendo um teste de gravidez ou indo ao médico.

Os sintomas que são mais propensos a sinalizar a gravidez incluem:

Menstruação atrasada

A menstruação atrasada é um dos sintomas de gravidez mais óbvios. Se a menstruação estiver uma semana atrasada e a gravidez for uma possibilidade, não exite, faça um teste!

Muitos testes são altamente sensíveis e podem detectar hormônios da gravidez vários dias antes da menstruação atrasar.

No entanto, muitas outras situações podem fazer a menstruação atrasar ou não descer, dentre eles:

  • estresse
  • baixo peso corporal
  • síndrome dos ovários policísticos
  • esquecer de tomar uma ou mais pílulas anticoncepcionais durante o mês
  • trocar o método contraceptivo
  • menopausa

Náusea

Embora leves enjoos sejam normais antes do período menstrual, náuseas e vômitos não são sintomas típicos da TPM.

São, no entanto, sintomas de gravidez. Pesquisas apontam que a náusea afeta até 80% das mulheres grávidas. Os sintomas de náusea e vômito geralmente começam antes da 9ª semana de gravidez.

Normalmente, esses sintomas desaparecem no segundo trimestre, mas algumas mulheres têm náusea durante toda a gestação.

Alterações nos mamilos

Embora as alterações mamárias também possam ocorrer durante a TPM e na gravidez, raramente essas alterações ocorrem nos mamilos antes do período menstrual, e se ocorrem são extremamente sutis.

Se a aréola, a área marronzinha ao redor do mamilo, ficar mais escura ou maior, isso pode ser considerado como um dos sintomas de gravidez.

Essas alterações também podem acontecer muito cedo, já na primeira ou segunda semana após a concepção.

É menopausa ou gravidez?

Perguntar se os seus sintomas podem significar menopausa ou gravidez está se tornando uma pergunta mais frequente nos dias de hoje, com algumas mulheres começando a entrar no processo de pré-menopausa muito jovens, e outras pensando em deixar a gravidez justamente para depois dessa idade.

Muitas pessoas já ouviram uma história sobre uma mulher que pensou que estava passando pela menopausa, mas acabou descobrindo que estava grávida. Esse tipo de surpresa, sem dúvida, pode causar um grande choque, razão pela qual é essencial entender as diferenças e semelhanças entre as duas condições.

Por isso, vamos tentar trazer um pouco de luz para esse assunto, falando um pouco dos sinais, sintomas e de como tentar distinguir uma coisa da outra.

Como eu sei que estou entrando na menopausa?

A menopausa é o momento na vida de uma mulher em que ela não tem mais seu ciclo menstrual. É um processo que ocorre quando o corpo dela para de produzir os hormônios estrogênio e progesterona.

Você vai saber se está na menopausa, quando não tiver nenhum sangramento menstrual, nem manchas, há pelo menos 12 meses consecutivos.

Antes da menopausa, as mulheres geralmente passam por um período de transição chamado perimenopausa ou pré-menopausa como também é popularmente conhecido o termo. Durante essa fase, a mulher vai começar a perceber que seu ciclo menstrual ficará mais irregular, no quesito duração e quantidade de sangramento.

De acordo com as pesquisas, a maioria das mulheres inicia a perimenopausa entre 40 e 45 anos de idade e ela pode durar de 2 a 10 anos.

Sintomas da menopausa

Além das mudanças no ciclo menstrual, a mulher sentira outros sinais e sintomas.

Os sintomas da menopausa são:

  • ciclo menstrual irregular
  • secura vaginal
  • ondas de calor
  • arrepios
  • suor noturno
  • problemas de sono
  • mudança de humor
  • ganho de peso e metabolismo lento
  • queda de cabelo
  • pele seca
  • dificuldade em dormir bem
  • aumento da frequência de micção
  • infecções do trato urinário
  • falta de líbido

Sintomas de gravidez

Muitos sintomas da menopausa são semelhantes aos sintomas de gravidez.

Quando uma mulher está grávida, ela não terá um período menstrual, mas pode apresentar alguns sangramentos que podem ser confundidas com menstruação. Muitas mulheres grávidas também experimentam mudanças de humor e problemas para dormir.

Outros sintomas associados à gravidez incluem:

  • fadiga
  • dores de cabeça
  • náusea ou vômito, especialmente pela manhã
  • usar o banheiro com mais frequência
  • seios inchados e sensíveis

Como muitos desses sintomas são semelhantes aos da menopausa, é possível que uma mulher pense que está grávida quando, de fato, está passando pela menopausa e vice-versa.

Como são diagnosticadas as duas condições?

Existem várias maneiras pelas quais uma mulher pode identificar se está grávida ou passando pela menopausa.

Diagnosticando a gravidez

Se uma mulher suspeitar que pode estar grávida, ela pode optar por comprar um teste de gravidez em uma farmácia e faze-lo em casa.

Esses testes medem os níveis do hormônio da gravidez gonadotrofina coriônica humana (hCG) na urina da mulher.

O hCG geralmente está presente em quantidades mais significativas quando uma mulher está grávida. É importante lembrar que os testes de gravidez feitos em casa não são 100% precisos.

Para obter um resultado mais preciso, um médico pode realizar exames de sangue para medir os níveis elevados de hormônios associados à gravidez, como hCG e progesterona.

No entanto, a maneira mais definitiva de testar se uma mulher está grávida é o médico realizar uma ultrassonografia e testar a presença de um batimento cardíaco fetal.

Diagnosticando a menopausa

Às vezes, a perimenopausa ou pré-menopausa e a menopausa podem ser difíceis para os médicos diagnosticarem. Os médicos podem testar a presença de hormônios, como estrogênio e progesterona, que geralmente diminuem quando uma mulher está passando pela menopausa.

No entanto, esses hormônios mudam naturalmente ao longo de cada mês, portanto, um resultado de teste que mostra níveis baixos ou altos de hormônio não necessariamente significa que uma mulher está passando pela menopausa.

Para ter certeza que uma mulher está na menopausa, um médico provavelmente considerará todos os sintomas que ela está apresentando, incluindo alterações no ciclo menstrual.

O médico pode não ser capaz de prever quando a menstruação da mulher irá parar definitivamente, ou quando ela irá entrar na menopausa, pois, essa é uma fase com muitas particularidades, e cada mulher terá suas características.

Portanto, o acompanhamento médico afim de fazer exames regulares certamente será o mais indicado nesses casos.

Sendo assim, qualquer mulher que não tenha certeza do significado de seus sintomas deve consultar um médico para ter um aconselhamento adequado.

Sintomas de gravidez e menstruação atrasada: outras possíveis causas

Veja abaixo outras possíveis causas que podem estar fazendo sua menstruação atrasar.

Mudanças hormonais

A maioria das mulheres conhece como a sua menstruação as faz sentir, mas, pequenas mudanças hormonais causadas por problemas como o estresse podem levar a alterações nos sintomas da TPM.

Alterações hormonais podem piorar alguns sintomas ou causar sintomas diferentes. Em alguns casos, essas alterações podem até alterar o curso do ciclo menstrual, atrasando a menstruação.

Pré-menopausa ou menopausa

Como já mencionamos anteriormente no texto, as mulheres a partir dos 40 anos podem começar a sentir sintomas de pré-menopausa. O que de fato pode fazer com que a menstruação atrase ou mesmo não aconteça.

Gravidez ectópica

Uma gravidez ectópica ocorre quando o óvulo fertilizado não atinge o útero. E se liga a outras áreas, como as trompas de falópio, colo do útero ou cavidade abdominal.

Embora a gravidez ectópica cause sintomas semelhantes aos da gravidez no início, ela pode levar a outros sintomas mais graves à medida que a gravidez continua.

Uma gravidez ectópica precisa de atenção imediata e pode se transformar em uma emergência médica se a mulher não procurar tratamento adequado.

Cistos ovarianos

Cistos ovarianos podem causar alterações nos níveis hormonais.

Os cistos ovarianos são pequenos sacos cheios de líquido que podem se desenvolver nos ovários. Os cistos ovarianos podem causar alterações hormonais, eles se desenvolvem durante a ovulação, por vezes os cistos são eliminados por si próprios antes de se tornar um problema.

Às vezes, no entanto, os cistos requerem tratamento.

Síndrome dos ovários policísticos

A síndrome do ovário policístico (SOP) causa alterações nos níveis hormonais. E isso pode aumentar o risco de atraso menstrual, causando também outras alterações na saúde geral.

Estresse ou ansiedade

Embora seja comum sentir estresse ou ansiedade ocasionalmente, ter estresse ou ansiedade constante pode causar alterações hormonais que levam a irregularidades no ciclo menstrual.

Anorexia nervosa

Pessoas com anorexia nervosa normalmente tentam perder peso reduzindo a ingestão de calorias ou se exercitando continuamente, com risco de prejudicar a saúde geral do corpo.

Isso pode levar a outros problemas, como alterações hormonais, problemas digestivos e ciclos menstruais irregulares.

Cancro do ovário

Embora não seja tão comum quanto muitos outros problemas, uma menstruação atrasada pode ser um sinal de problema nos ovários como, tumor ou câncer.

Outras causas

Outros distúrbios que podem causar atrasos menstruais são:

  • problemas na tireoide
  • distúrbios da glândula endócrina
  • complicações causadas por medicamentos, como antidepressivos, medicamentos para pressão arterial ou opiáceos
  • condições auto-imunes
  • distúrbios congênitos
  • insuficiência ovariana, onde os ovários param de funcionar antes da menopausa

Lembrando que essas informações não devem ser seguidas a risca e qualquer pessoa incerta sobre seus sintomas deve sempre consultar um médico.

Sintomas de gravidez: 10 sinais que você deve fazer um teste

Muitos dos primeiros sintomas de gravidez podem ser inespecíficos e facilmente confundidos com outras causas como, TPM, menopausa e outros, como mencionamos acima.

Por esse motivo, pode ser difícil saber quando, ou se é necessário fazer um teste de gravidez.

Mas, agora vamos listar 10 sinais precoces que podem indicar que você deve comprar um teste de gravidez imediatamente!

1. Menstruação atrasada

O motivo mais comum para fazer um teste de gravidez é a menstruação em atraso.

Há muitas razões para a menstruação atrasar e algumas delas foram citadas acima, mas se uma mulher é sexualmente ativa, o atraso pode sim sinalizar uma possível gravidez.

A maioria dos testes de gravidez é muito precisa quando realizada após o atraso, mas às vezes os níveis hormonais podem não estar altos o suficiente para provocar um resultado positivo.

Se a mulher não menstrua e mesmo assim o teste de gravidez deu negativo, o correto é repetir o teste após alguns dias. E se mesmo assim não obter respostas, poderá fazer um exame de sangue para resolver a questão.

2. Alterações das mamas

Seios doloridos e inchados são muito comuns no início da gravidez, mas também costumam ocorrer pouco antes da menstruação descer.

Algumas mulheres também notam que seus mamilos estão maiores ou um pouco mais escuros no início da gravidez.

Se em geral seus seios não doem nesse período e agora estão doendo, esse é um bom alerta.

3. Sangramento leve

Algumas mulheres têm sangramento de implantação, que é o sangramento leve que ocorre quando o embrião se liga à parede uterina.

O sangramento da implantação tende a ser bem mais leve e mais curto que o de um período menstrual.

4. Cãibras

As cãibras são comuns imediatamente antes ou durante o período menstrual, mas algumas mulheres também sofrem cãibras quando o implante ocorre.

Se ocorrer cãibras perto ou antes do período menstrual, mas não houver sangramento ou o sangramento estiver muito mais leve que o normal, pode ser um bom sinal para fazer um teste de gravidez.

5. Náusea e vômito

A náusea e o vômito pela manhã associados à gravidez, tendem a começar entre a 2ª e a 8ª semana de gravidez.

A náusea não acontece apenas de manhã, muitas mulheres sentem náuseas o dia todo ou a noite.

Se uma mulher se sentir enjoada sem motivo aparente, especialmente quando houver outros sinais de gravidez, pode ser uma boa ideia fazer um teste.

6. Fadiga excessiva

A fadiga é um dos sintomas de gravidez mais comuns. Pode ser difícil para uma mulher grávida passar o dia sem tirar uma soneca ou descansar um pouco.

Durante o início da gravidez a fadiga geralmente ocorre devido a alterações no hormônio progesterona.

Em geral, a fadiga e o cansaço diminuem, e as grávidas tendem a ter mais energia a partir do segundo trimestre.

7. Aversões ou desejos alimentares

Desejos anormais e aversões alimentares são comuns no primeiro trimestre, embora às vezes persistam durante toda a gravidez.

Algumas mulheres desejam comer alimentos comuns e outras desejam comer coisas não comestíveis, como terra, carvão e outros.

8. Mudanças gastrointestinais e urinárias

Os sintomas gastrointestinais e urinários são comuns no início da gravidez.

Eles incluem:

  • prisão de ventre
  • inchaço abdominal
  • gases
  • vontade de urinar com maior frequência

9. Sentindo-se diferente

Muitas mulheres relatam que se sentem “diferentes” e sabem que estão grávidas antes mesmo de fazer algum teste.

Alterações fisiológicas e hormonais durante a gravidez podem causar esse “instinto”.

Portanto, se você conhece o seu corpo e seu ciclo menstrual, e anda sentindo coisas que nunca sentiu na TPM. É uma boa ideia fazer um teste de gravidez.

10. Esquecimento da pílula ou do método contraceptivo

Mulheres sexualmente ativas, devem sempre fazer um teste de gravidez caso tenham esquecido de tomar a pílula anticoncepcional ou tenham mantido relações sexuais sem nenhum tipo de proteção.

Embora a maioria dos métodos contraceptivos sejam eficazes na prevenção da gravidez, um preservativo que fura ou o esquecimento de uma ou mais pílulas pode aumentar, e muito o risco de engravidar.

Quando procurar um médico

Nenhum sintoma por si só pode confirmar uma gravidez, e muitas mulheres não apresentam sintomas de gravidez. A única maneira de uma mulher saber se está grávida ou não é fazendo um teste.

Também é importante não só conhecer mais sobre os sintomas de gravidez precoces, como também saber mais sobre outros sinais que nosso organismo dá.

Estar atenta aos sinais do corpo, é de suma importância para saber mais sobre o funcionamento do organismo e também para poder passar ao médico, caso procure um, informações mais detalhadas sobre quais mudanças foram sentidas ao longo dos dias ou semanas.

No entanto, é importante manter a calma, pois, o estresse e a preocupação causado por um atraso menstrual podem agir emocionalmente e fazer com que a menstruação atrase mais ainda.

E depois, sintomas por si só não provam uma gravidez.

Quando uma mulher suspeita que está grávida deve fazer um teste assim que possível. Se o resultado for positivo, marque uma consulta com um médico para confirmar a gravidez através de um exame de sangue e planejar os próximos passos.

Se o resultado for negativo e após alguns dias a menstruação não descer, procure um médico. Só ele poderá te ajudar a saber com mais exatidão o motivo do atraso menstrual e determinar qual a melhor medida a ser tomada. Ele também poderá abordar com muito mais propriedade se esse atraso está ligado ou não a outro problema de saúde.

Lembrando que, os testes de gravidez são vendidos em qualquer farmácia física ou online. E caso você não tenha condições de comprar um exame ou pagar por atendimento médico, poderá procurar o sistema único de saúde (SUS), através de postos de saúde, upas e hospitais da rede pública.

4 FONTES

Um estudo prospectivo do início dos sintomas de gravidez.
Quais são alguns sinais comuns de gravidez?
Desenvolvimento e validação sobre sintomas de gravidez.
Fisiologia da Gravidez.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here