7 Semanas de gravidez

0
980
7 Semanas de Gravidez

Este artigo sobre as 7 semanas de gravidez, faz parte de uma série de artigos sobre gravidez. Essa série fornece um resumo de cada estágio da gestação, o que esperar e informações sobre como o bebê está se desenvolvendo a cada semana.

Para saber mais informações sobre todas as semanas de gravidez, dê uma olhada nos outros artigos da série que estão disponíveis nos links abaixo:

Primeiro trimestre: 3 semanas de gravidez (fecundação), 4 semanas de gravidez (implantação do embrião), 5 semanas de gravidez, 6 semanas de gravidez, 7 semanas de gravidez, 8 semanas de gravidez, 9 semanas de gravidez, 10 semanas de gravidez, 11 semanas de gravidez, 12 semanas de gravidez.

Segundo trimestre: 13 semanas de gravidez.

 

7 Semanas de gravidez

Com 7 semanas de gravidez seu bebê continuará se desenvolvendo rapidamente. Os sistemas dos órgãos vitais continuam crescendo, e a maior parte do desenvolvimento agora estará nas regiões da cabeça e da face. De fato, nesta fase, seu bebê está produzindo cerca de 100 novas células cerebrais a cada minuto.

Além disso, com 7 semanas de gravidez seu bebê já passou pelos estágios de desenvolvimento renal, mas nesta semana ele começará a desenvolver o conjunto final, que estará pronto para o gerenciamento de resíduos. Da mesma forma, nas próximas semanas, seu bebê começará a produzir urina, que fará parte do líquido amniótico.

Quais são os sintomas de 7 semanas de gravidez?

Nesta fase da gravidez, você pode não sentir muitos sintomas diferentes, porque há poucas mudanças visíveis no corpo.

Você pode, no entanto, começar a sentir sintomas como:

  • náuseas e vômitos, às vezes pela manhã
  • ganho ou perda de peso
  • excesso de saliva
  • aversões e desejos alimentares
  • azia e indigestão
  • uma necessidade de urinar com maior frequência
  • fadiga
  • cólicas pélvicas leves

O enjoo matinal pode ser particularmente incômodo nessa época, mas geralmente para com 12 semanas de gravidez. Comer refeições menores e evitar alguns alimentos pode ajudar.

Alterações mamárias

As alterações mamárias incluem:

  • aumento de tamanho dos seios
  • formigamento
  • secreção que sai do mamilo ou sensibilidade no mamilo
  • escurecimento da aréola (a parte ao redor do mamilo)
  • a presença de inchaços areolares, que na verdade são glândulas sudoríparas, conhecidas como tubérculos de Montgomery

O desconforto da mama geralmente diminui após o primeiro trimestre. No entanto, com 7 semanas de gravidez e em outras semanas, usar um sutiã bem ajustado e de apoio pode ajudar.

Se você tiver sintomas que parecem não estar relacionados à gravidez ou se houver sangramento vaginal, dor pélvica ou cólicas intensas, procure orientação médica.

 

Hormônios

Com 7 semanas de gravidez, os níveis de gonadotrofina coriônica humana (HCG) estão subindo rapidamente e outras mudanças estão ocorrendo.

Dentre elas:

Mudanças emocionais

Mudanças de humor e mudanças emocionais são comuns durante a gravidez, devido as flutuações hormonais.

Isso pode fazer com que você:

  • sinta-se animada com o que está acontecendo
  • se preocupe com o bem-estar do bebê frequentemente
  • se pergunte como você vai lidar com todas as mudanças
  • fique inesperadamente irritada ou chorosa por pequenas coisas

Se você está preocupada com o que está sentindo, algumas atitudes podem ajudar:

  • converse com uma amiga íntima, parente ou conhecida, especialmente alguém que já esteve grávida
  • tire um tempo de folga, se possível, e tente descansar
  • explique à sua família e aos amigos que você precisa descansar e peça que sejam mais pacientes e compreensivos nesse momento
  • tome ar fresco ou faça exercícios moderados
  • aceite que você não pode fazer tudo e deixe de lado algumas tarefas por algum tempo

Depressão

Às vezes, com 7 semanas de gravidez ou em qualquer outra fase, sentir-se deprimida por um longo tempo pode ser um sinal de depressão. Segundo os órgãos de saúde oficiais, alguns sintomas de depressão afetam 14 a 23% das mulheres em algum momento da gravidez.

Isso pode acontecer com qualquer gestante, mas há um risco maior entre aquelas que:

  • têm dificuldades financeiras
  • sentem falta de apoio do parceiro ou familiares
  • têm problemas familiares ou de relacionamentos amorosos
  • sofreram ou estão sofrendo abuso ou trauma
  • já tiveram problemas de saúde mental ou emocionais
  • tem um distúrbio relacionado ao uso de drogas ou álcool, ou seu parceiro tem
  • foram submetidas a tratamento de fertilidade
  • estão enfrentando complicações da gravidez

Qualquer pessoa que tenha os seguintes sintomas por mais de 2 semanas deve falar com um médico:

  • tristeza e ansiedade
  • dificuldade em ter foco
  • problemas de sono
  • perda de interesse em atividades habituais
  • sente-se sem esperança, culpada ou inútil
  • está sofrendo mudanças nos hábitos alimentares

Entretanto, se existem ideias a cerca de morte ou suicídio, deve-se procurar atendimento médico imediatamente.

A ajuda está disponível na forma de grupos de aconselhamento e apoio. Às vezes, a medicação poderá ser prescrita.

Deixar a depressão sem tratamento pode levar a um autocuidado ruim e isso pode afetar a mãe e o feto. É por isso que é importante procurar ajuda.

Muco cervical

Durante a gestação, a atividade da progesterona resulta em uma estratégia do corpo conhecida como tampão mucoso ou rolha de schröder, que é estabelecido com 7 semanas de gravidez.

Trata-se de uma camada de muco que cobre o colo do útero e bloqueia a entrada do útero, para impedir que bactérias, fluido seminal e outras substâncias indesejadas entrem no útero. Isso ajuda a manter seu bebê seguro e saudável.

É composto principalmente de água e glicoproteínas, e sua consistência pode variar de acordo com as flutuações hormonais.

Como resultado, nem sempre é 100% eficaz contra todos os micróbios e é importante procurar ajuda médica se aparecerem sinais estranhos do trato urinário ou infecção vaginal. O tratamento precoce pode ajudar a prevenir complicações.

No final da gravidez, o tampão mucoso se soltará enquanto o corpo se prepara para o parto.

 

Desenvolvimento do feto com 7 semanas de gravidez

Com 7 semanas de gravidez, há muitas mudanças no desenvolvimento do seu bebê.

Estas mudanças incluem :

  • desenvolvimento contínuo do cérebro
  • formação contínua de traços faciais, incluindo narinas, boca, língua e lentes oculares
  • desenvolvimento contínuo dos membros, à medida que os botões dos membros continuam amadurecendo
  • mãos, braços e ombros estão se formando
  • desenvolvimento contínuo da medula espinhal
  • desenvolvimento contínuo do coração, pulmão e intestino
  • formação de gônadas (são os órgãos onde os organismos multicelulares produzem as células sexuais)

Os joelhos e os tornozelos estão tomando forma e as pernas estão agora em proporção ao tamanho do seu bebê. As unhas dos pés também estão começando a se formar.

Com 7 semanas de gravidez o desenvolvimento muscular continua crescendo a todo vapor, os rins estão amadurecendo e começando a funcionar, e a micção começará nas próximas semanas.

7 Semanas de gravidez tamanho do feto

O tamanho do bebê de 7 semanas de gravidez

Com 7 semanas de gravidez o seu bebê está 10.000 vezes maior do que no momento da concepção, ele agora mede aproximadamente 1 centímetro, mais isso pode variar entre o tamanho de um grão de feijão e de uma uva pequena.

O embrião tem dedos das mãos e dedos dos pés distintos e ligeiramente palmados.

 

7 semanas de gravidez são quantos meses?

Se você está com 7 semanas de gestação, você está no segundo mês de gravidez e faltam apenas 7 meses para o bebê nascer.

 

O que dá pra ver no ultrassom de 7 semanas?

Ultrassom de 7 semanas de gravidez

Existem dois tipos de ultrassom geralmente usados ​​para visualizar uma gravidez, o ultrassom transvaginal, no qual uma sonda é inserida na vagina para obter proximidade com o útero, e o ultrassom abdominal, que é colocado no abdômen da mãe. Ambos são procedimentos úteis para várias circunstâncias e têm seu lugar garantido no pré-natal.

Ultra-sonografias abdominais são geralmente muito eficazes após 8 semanas de gravidez. Portanto, se você estiver fazendo um ultrassom antes de 8 semanas de gestação, provavelmente será um ultrassom transvaginal.

  • As ultrassonografias transvaginais detectam os batimentos cardíacos bem cedo, geralmente entre 6 e 7 semanas de gravidez.
  • Já as ultrassonografias abdominais detectam os batimentos cardíacos do bebê aproximadamente uma semana depois, entre 7 e 8 semanas de gravidez.

O que dá pra ver no ultrassom de 7 semanas de gravidez é um batimento cardíaco fetal forte. O intervalo pode variar de 100 a 180 batimentos por minuto. Antes de 7 semanas de gestação, você pode não ver o embrião ou o coração fetal batendo devido ao embrião ser muito pequeno.

Além disso, um saco gestacional e um saco vitelino estarão visíveis. Por outro lado, pode ser necessário voltar dentro de 7 a 10 dias para uma nova verificação ou acompanhamento. Uma semana pode fazer uma diferença significativa no que você pode ver em uma ultrassonografia. No entanto, o médico que decidirá se um novo ultrassom será necessário ou não.

 

É possível sentir o bebê mexer com 7 semanas de gravidez?

Com ajuda do ultrassom, pode-se ver algum movimento do feto com 6 ou 8 semanas de gravidez. No entanto, você não sentirá seu bebê se mexer por mais algumas semanas, porque ele ainda é muito pequeno para fazer movimentos perceptíveis.

Essas percepções muito precoces de movimento são muitas vezes muito sutis e difíceis de descrever, mas podem parecer uma “vibração”, “bolhas” ou mesmo “gases”. A maioria das mães descreve isso como algo diferente de tudo o que elas sentiram antes.

Por outro lado, no segundo trimestre de gravidez, os movimentos se tornarão muito mais perceptíveis, e aumentarão em intensidade e frequência.

 

Coisas para fazer com 7 semanas de gravidez

Mesmo que seja no início da gravidez, sua lista de tarefas está começando a crescer ao longo do primeiro trimestre.

7 semanas de gravidez é um bom momento para agendar uma visita pré-natal. O seu médico examinará você e solicitará os testes necessários para confirmar sua gravidez e avaliar a sua saúde.

Se você ainda não os fez, os seguintes testes podem ser agendados:

  • exame de Papanicolau, se necessário
  • exames de sangue, para verificar o tipo sanguíneo, fator Rh, níveis de ferro, imunidade ao sarampo e outros
  • em alguns casos, testes de doenças genéticas relacionadas à etnia e outros
  • testes para doenças sexualmente transmissíveis (DST)
  • exame de urina para avaliar glicose (açúcar), proteínas, bactérias e glóbulos vermelhos e brancos

 

Mudanças no estilo de vida

Com 7 semanas de gravidez ou ainda mais cedo você descobrirá que há muitas mudanças no estilo de vida que precisarão ser feitas durante a gravidez e mesmo após o parto.

Saúde geral

Durante a gravidez, você precisará cuidar de si e do seu bebê em desenvolvimento.

Certifique-se de não beber álcool ou fumar durante a gravidez e evite todas as outras substâncias tóxicas, como drogas recreativas ou ilícitas durante esse período.

Discuta com o seu médico sobre todos os medicamentos, incluindo suplementos, que você está tomando, para garantir que você pode continuar usando-os durante a gravidez.

Para nutrir você e seu bebê, mantenha uma dieta saudável, aumente a hidratação e tome uma boa vitamina pré-natal, conforme recomendado pelo seu médico.

Outra maneira de manter sua saúde durante a gravidez é fazer 30 minutos por dia de exercícios, como ioga, caminhada ou natação.

Converse com seu médico sobre seu regime de exercícios atual ou desejado para garantir que ele seja seguro.

Beleza

Existem estudos limitados testando a segurança de produtos cosméticos durante a gravidez.

Não é provável que o uso permanente de tinturas de cabelo seja absorvido e afete o bebê em desenvolvimento; no entanto, é comumente recomendado evitar a exposição a essas substancias durante as primeiras 12 semanas de gravidez.

Em vez disso, considere usar uma coloração natural ou semi-permanente e verifique se o ambiente está bem ventilado durante o processo de coloração.

Comida

É importante seguir uma dieta saudável e equilibrada durante a gravidez, porque você está comendo por dois. Isto não é no sentido de que você deve comer em dobro, mas o que você come também nutre o seu bebê.

Alguns nutrientes são especialmente importantes nessa fase. Dentre eles:

  • Cálcio para o desenvolvimento de ossos e dentes: boas fontes de cálcio incluem laticínios, suco de laranja e vegetais verdes.
  • Proteína para crescimento e reparo de células: a proteína é encontrada em carnes, aves, peixes e laticínios, ovos, oleaginosas e leguminosas, como lentilhas e feijões.
  • Ácido fólico uma vitamina do complexo B que ajuda a prevenir defeitos congênitos: é encontrado em vegetais e alimentos fortificados, como pães e cereais.
  • Ferro para aumentar a produção de glóbulos vermelhos e prevenir a anemia: é encontrado em vegetais de folhas verdes, carnes vermelhas, ervilhas, feijões e alimentos fortificados.

Pergunte ao seu médico sobre suplementos vitamínicos ou de ferro. Vitaminas para a gravidez são geralmente enriquecidas com ácido fólico.

Pode comer peixe na gravidez?

É seguro comer peixe durante a gravidez, mas existem diretrizes sobre o consumo seguro, pois alguns peixes contêm mercúrio.

O Colégio Americano de Obstetrícia e Ginecologia incentiva as mulheres a fazer o seguinte durante a gravidez:

  • comer 2 a 3 porções por semana de uma variedade de peixes
  • evitar o consumo de atum
  • evitar peixes com altas concentrações de mercúrio, como peixe espada, agulha, cavala, corvina, bacalhau negro, robalo chileno, atum e alguns outros

Altos níveis de mercúrio podem ser prejudiciais ao cérebro e ao sistema nervoso em desenvolvimento do bebê.

Preocupações

Se você tiver dúvidas sobre sua gravidez, não deixe de entrar em contato com seu médico.

Ligue para o seu médico se tiver sintomas que possam indicar uma gravidez ectópica ou perda do bebê.

Alguns sintomas incomuns são:

  • sangramento vaginal
  • vazamento de fluido vaginal
  • excesso de fraqueza ou tontura
  • pressão arterial baixa
  • pressão retal
  • dor nos ombros
  • dor pélvica intensa ou cólicas

 

4 FONTES

https://www.whattoexpect.com/pregnancy/week-by-week/week-7.aspx
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5406591/
https://www.acog.org/clinical/clinical-guidance/practice-advisory/articles/2017/01/update-on-seafood-consumption-during-pregnancy
https://articles/298139

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here