Benefícios do treino HIIT: 8 razões pelas quais o treino HIIT é tão eficaz

0
254
Benefícios do treinamento HIIT

O tempo é um dos nossos recursos mais preciosos e parece que nunca temos o suficiente. Mas você não precisa passar horas na academia para alcançar os resultados esperados, você simplesmente precisa se certificar de que o tempo que você gasta se exercitando é o mais eficiente e eficaz possível.

A seguir apresentaremos oito razões pelas quais você pode gastar menos tempo se exercitando com o treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) e ainda obter excelentes resultados.

 

Maior queima de calorias pós treino

O treinamento de intervalo anaeróbico usa as reservas de energia do corpo. E após um treino, o metabolismo permanece elevado e continua a queimar calorias por horas após o treino. Isso se deve a algo chamado efeito do consumo excessivo de oxigênio pós-exercício (EPOC). Com o treino HIIT, você não apenas queima muitas calorias durante o treino, mas por causa da alta intensidade, você continuará a queimar calorias enquanto seu corpo substitui energia e repara proteínas musculares danificadas durante o exercício.

 

Uso da gordura corporal como combustível de recuperação pós treino

Seu corpo não apenas metaboliza a gordura como combustível durante o treino. Durante o período de recuperação pós-exercício, após o exercício HIIT, o corpo vai aproveitar as reservas de gordura para obter a energia necessária para restaurá-lo ao seu estado normal de repouso.

 

Aumento nas demandas de oxigênio do corpo

Seu corpo queima calorias a uma taxa de 5 calorias por litro de oxigênio consumido. Em geral, o uso de exercícios para aumentar as demandas de oxigênio do corpo aumentará o gasto calórico total durante e após o treino. Treinos HIIT envolvendo muita massa muscular requerem uma quantidade enorme de oxigênio, tanto durante o treino quanto nos períodos de recuperação.

 

Recuperação mais rápida após os exercícios

O HIIT produz uma quantidade significativa de resíduos metabólicos, incluindo íons de hidrogênio e ácido lático. A principal razão para um intervalo de recuperação ativo é remover essas substâncias. Afim de permitir que os músculos envolvidos no exercício se recuperem mais rapidamente. Como resultado, os exercícios HIIT treinam seu corpo para tolerar e se recuperar mais rapidamente de períodos de exercícios de alta intensidade.

 

Melhora a capacidade oxidativa muscular

O treino HIIT pode promover uma série de benefícios fisiológicos. Dentre eles, aumento da densidade mitocondrial, aumento do volume sistólico, melhora da capacidade oxidativa do músculo e aumenta a eficiência aeróbica que antes se pensava que ocorria apenas como resultado do treinamento de longa distância.

 

Melhora o ganho de volume e definição dos músculos

O treino HIIT coloca uma quantidade significativa de estresse metabólico no tecido muscular. Como parte do processo de reparo, o corpo irá produzir níveis elevados do hormônio de crescimento humano, testosterona. E a testosterona, além de todos os benefícios no ganho de massa muscular, tem fator de crescimento semelhante à insulina 1 para reparar proteínas musculares danificadas. O que consequentemente levará a aumentos no volume e na definição muscular de uma pessoa.

 

Possibilidade real de manter uma rotina de exercícios

Muitas academias e estúdios de ginástica estão aplicando essa ciência para desenvolver programas de condicionamento físico em grupo. Esses programas apresentam exercícios HIIT em formatos de 30 minutos ou menos. E a vantagem desses formatos, é que eles permitem que você se exercite mais e receba vários benefícios para a saúde em um período mais curto de tempo. O que obviamente, ajudará na hora de conseguir manter uma rotina de exercícios.

 

Formato de treino de fácil adaptação

A intensidade do exercício físico pode ser medida com uma escala de esforço percebido. Nesse caso 1 é a intensidade baixa e 10 é a intensidade mais alta que uma pessoa pode tolerar. No entanto, para obter os maiores benefícios, o treino HIIT deve ser realizado em oito ou mais períodos. Esses períodos devem durar 30 segundos ou menos (ou até o ponto de falta de ar). Os intervalos de recuperação devem ser tão longos ou ligeiramente mais longos do que o intervalo do exercício.

Outra forma de medir o intervalo, é o tempo que a respiração seja rápida, mas volte a ficar sob controle. Um treino eficaz deve ter um período de aquecimento de cinco a sete minutos para elevar a frequência cardíaca. Um mínimo de cinco intervalos de treino de alta intensidade e um período de resfriamento de quatro a seis minutos para ajudar a iniciar o processo de recuperação.

Clique aqui e saiba: 1 Hora de atividade física por semana pode prevenir a depressão.

 

Considerações sobre o treino HIIT

Uma das percepções errôneas mais comuns sobre o exercício físico é que é necessário passar horas treinando e suando muito para obter certos benefícios. Dentre eles, perda de peso, crescimento muscular e melhoria da saúde e bem-estar geral. Entretanto, praticar exercícios físicos de forma mais inteligente usando intervalos curtos de exercícios de intensidade extremamente alta, é muito benéfico para algumas pessoas.

No entanto, apesar de o treino HIIT ser extremamente eficaz, ele pode colocar uma quantidade enorme de estresse no corpo. Portanto, ele deve ser realizado apenas duas a três vezes por semana com pelo menos 48 horas entre as sessões de exercícios para permitir uma reposição total das reservas de energia e a reparação do tecido muscular envolvido. Ainda é possível se exercitar no dia seguinte usando treino HIIT, mas deve ser uma atividade de intensidade baixa a moderada e usar grupos musculares ou padrões de movimento diferentes daqueles usados ​​no treino de alta intensidade do dia anterior.

 

Treino HIIT e resistência aeróbica

Para indivíduos com uma meta de treinamento relacionada ao aumento da resistência aeróbia, como competir em uma corrida de 10 km, maratona ou triatlo, ainda é importante e necessário fazer um treinamento LSD de alto volume. O treino LSD foi inventado pelo fisiologista alemão Ernst van Aaken. O termo Long Slow Distance (em português Longa Distância Lentamente), pode ser entendido como corridas realizadas em ritmo fraco e em longas distâncias. Além disso, para indivíduos treinando para um evento de resistência, usar um treino HIIT pode ajudar a manter seus esforços de treinamento nos dias em que o tempo é curto e a tentação de pular um treino está forte. Nesses casos, para não ficar sem treinar, caso esteja em uma viagem ou sem tempo, o treino HIIT é muito válido.

 

FONTE

https://www.acefitness.org

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here