Dor nas costas na gravidez: causas, como aliviar e prevenção

0
460
Gravida com dor nas costas

Junto com a náusea, a fadiga e os pés inchados, a maioria das mulheres grávidas também sentem dores nas costas em alguns momentos durante a gestação. E essa dor nas costas relacionada à gravidez geralmente afeta a região lombar.

Segundo uma revisão de pesquisa que analisou queixas de dores na região lombar, esse desconforto afeta mais de dois terços das mulheres durante toda gravidez.

A dor nas costas também pode surgir perto do meio das costas, nesse caso os médicos a chamam de dor lombar ou dor no cóccix quando se referem a ela como dor pélvica posterior.

Muitos fatores, incluindo alterações hormonais e má postura, contribuem para as dores nas costas durante a gestação. As causas variam entre as mulheres e podem depender do estágio da gravidez.

Este texto falará sobre os motivos da dor nas costas relacionada à gravidez e as formas de tratar e prevenir esse desconforto.

 

Causas da dor nas costas gravidez primeiro trimestre

Muitos fatores podem causar a dor nas costas durante o primeiro trimestre da gestação, incluindo alterações hormonais, estresse.

Alterações hormonais

Durante o primeiro trimestre de gravidez, os níveis de progesterona no corpo da mulher aumentam muito rapidamente. Altos níveis desse hormônio no corpo ajudam a relaxar os músculos e ligamentos próximos à pelve, o que pode afetar a estabilidade e o alinhamento das articulações.

No entanto, outro hormônio que os médicos chamam de relaxina, que ajuda o óvulo a se implantar na parede do útero, e também evita contrações durante os estágios iniciais da gravidez. À medida que o trabalho de parto se aproxima, a relaxina estimula o colo do útero a relaxar e se abrir em preparação para o parto.

Além disso, a relaxina relaxa os ligamentos e articulações da região pélvica, para que o canal uterino possa se expandir durante o parto.

E finalmente, a relaxina afeta os ligamentos que estabilizam a coluna, o que pode causar instabilidade, mudança postural e consequentemente, dor lombar.

Estresse

Embora muitos considerem a gravidez um evento emocionante e cheio de mudanças, ela também introduz novas fontes de estresse.

O estresse afeta mais do que o humor ou o estado psicológico de uma pessoa. O estresse, também pode causar sintomas físicos, como fadiga, dores de cabeça e muitas dores musculares, inclusive, nas costas.

 

Causas da dor nas costas na gravidez no segundo e terceiro trimestre

Durante o segundo e o terceiro trimestre da gestação, o útero continua se expandindo à medida que o feto cresce.

Alterações posturais, ganho de peso e separação muscular contribuem para que as dores nas costas nas fases posteriores da gravidez aumentem. Dentre os motivos que podem aumentar a dor nas costas no segundo e terceiro trimestre estão:

Inclinação do corpo para trás

O centro de gravidade da mulher muda para a frente do corpo à medida que a gravidez avança e o bebê cresce.

Entretanto, algumas mulheres podem tentar se inclinar para trás, afim de recuperar o equilíbrio. Inclinar-se para trás exerce uma pressão extra sobre os músculos das costas, o que pode levar a dores lombares e rigidez muscular.

Ganho de peso

O peso que uma mulher ganha durante a gravidez pode contribuir para suas dores lombares e articulares.

A quantidade de peso que a gestante ganha, também pode afetar a saúde geral de seu bebê.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) americanos recomendam que as mulheres que não estão gravidas de gêmeos ganhem a seguinte quantidade de peso, de acordo com o peso pré-gestacional:

  • 12–18 quilos (Kg) se estiver abaixo do peso
  • 11–16 Kg se tem um peso saudável
  • 7–11 Kg se estiver acima do peso
  • 5-9 Kg se estiver obesa

Separação dos músculos retos abdominais (Diástase)

O abdômen tem duas faixas paralelas de músculos que se conectam no meio do próprio abdômen. No entanto, são esses músculos que ajudam a estabilizar a coluna e a apoiar as costas.

Ou seja, durante a gravidez, o feto em crescimento empurra esses músculos abdominais, fazendo com que eles se estiquem e, em alguns casos, se separem. Essa pressão pode resultar em uma condição muito conhecida entre as gravidas chamada diástase.

Enquanto isso, durante o segundo e o terceiro trimestres, algumas mulheres podem desenvolver uma protuberância na região do estômago. No entanto, este é apenas um sinal de que seus músculos abdominais estão se separando para dar espaço para o crescimento do útero.

À medida que os músculos abdominais se esticam, eles se tornam mais fracos. Isso pode aumentar o risco de uma mulher machucar as costas ou desenvolver dor lombar ou pélvica.

 

Dor nas costas gravidez: como aliviar

Às vezes, pode parecer que a dor nas costas é inevitável durante a gravidez. No entanto, existem maneiras de aliviar a dor nas costas durante e após a gravidez.

As formas de aliviar a dor nas costas durante a gravidez incluem:

  • alongar regularmente a parte inferior das costas
  • dormir de lado com um travesseiro entre as pernas e abaixo do abdômen
  • usar uma compressa quente para relaxar os músculos tensos ou reduzir inflamações
  • fazer alterações posturais, como ficar em pé e sentada, fazendo com que as costas fiquem retas e os ombros alinhados
  • utilizar um travesseiro lombar para apoio adicional nas costas enquanto está sentada
  • fazer massagens pré-natais para relaxar os músculos tensos, melhorar a amplitude de movimento e aliviar o estresse
  • se utilizar de tratamentos alternativos, como acupuntura e quiropraxia, com um profissional especializado em gravidez
  • reduzir o estresse por meio da meditação, Yoga pré-natal e outras técnicas de atenção plena
  • dormir o suficiente

 

Dor nas costas gravidez: como prevenir

Existem várias maneiras muito eficazes de se evitar dores nas costas durante a gravidez, dentre elas:

  • fortalecimento dos músculos das costas com exercícios físicos específicos
  • manutenção do peso saudável durante a gravidez
  • prática de exercícios leves regularmente, com a aprovação de um médico
  • uso de sapatos de salto baixo ou sem salto
  • evitar ficar em pé por longos períodos
  • não levantar muito peso
  • praticar técnicas adequadas de elevação agachando-se e usando as pernas em vez das costas
  • ter uma boa postura
  • evitar dormir com a barriga para baixo

Os refrigerantes afetam a saúde óssea das mulheres? Clique aqui a saiba mais.

 

Quando procurar um médico

Em primeiro lugar, mulheres que sofrem de dores nas costas durante a gestação devem entrar em contato com o seu obstetra ou com outros profissionais de saúde se sentirem os seguintes sintomas:

  • dor muito forte nas costas
  • dor que dura mais de 2 semanas
  • cãibras que ocorrem em intervalos regulares e se intensificam gradualmente
  • dificuldade ou dor ao urinar
  • uma sensação de formigamento nos membros
  • sangramento vaginal
  • corrimento vaginal irregular
  • febre
  • dor ciática

A dor ciática ocorre como resultado de uma lesão ou irritação do nervo ciático. Essa dor durante a gravidez, ocorre quando o feto em crescimento exerce pressão sobre o nervo ciático.

Um sintoma da dor ciática é a dor lombar que irradia pelas nádegas e pela perna. Mas, é importante ressaltar que, mulheres que sofrem de dor nas costas intensa que persiste por mais de duas semanas devem discutir as opções de tratamento com seu médico.

Entretanto, mulheres grávidas, também devem conversar com o seu médico antes de tomar qualquer medicamento ou suplemento.

 

Resumo

A dor nas costas é algo comum na gravidez e vários fatores podem causar dores nas costas durante a gestação, incluindo:

  • aumento dos níveis hormonais
  • alterações de postura
  • ganho de peso
  • separação muscular (Diástase)
  • estresse excessivo

Em conclusão, a dor nas costas relacionada à gravidez em geral desaparece após o parto. No entanto, cabe lembrar que, dor nas costas severa que dura mais de 2 semanas pode exigir tratamento médico e até mesmo fisioterapia .

E acima de tudo, as mulheres grávidas devem sempre conversar com o seu médico antes de iniciar qualquer novo medicamento ou tratamento durante a gravidez.

 

3 FONTES

Estágios da gravidez.
Ganho de peso durante a gravidez.
Os efeitos colaterais e danos físicos relacionados à mãe ou à criança decorrentes da massagem durante a gravidez e o período pós-parto: um estudo observacional.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here