Jejum intermitente emagrece?

0
243
Jejum intermitente emagrece?

Entre as tendências atuais de alimentação está o jejum intermitente. Mais do que uma dieta, essa nova maneira de se alimentar pode trazer muitos benefícios à saúde. Mas, será que o jejum intermitente emagrece?. Neste artigo, vamos responder essa pergunta e te ajudar para que você descubra os reais benefícios do jejum intermitente e como praticá-lo em um dia de um menu básico de jejum intermitente.

 

O que é jejum intermitente?

O jejum intermitente consiste em alternar entre períodos de jejum mais ou menos longos e períodos de ingestão de alimentos. Muito mais flexível e acessível do que o jejum estrito, que não permite ingestão de alimentos, o jejum intermitente permite que você desfrute dos mesmos benefícios à saúde. Existem diferentes maneiras de praticar o jejum intermitente: jejum estrito, jejum parcial, entre outros.

 

Jejum intermitente benefícios

O jejum intermitente pode trazer muitos benefícios para o corpo. Especialmente em nossa sociedade, onde comer demais e de maneira errada é algo presente em nossas vidas.

Aqui estão os principais benefícios do jejum intermitente:

  • Reduz a produção de insulina e o armazenamento de gordura e açúcar no organismo
  • Estimula a eliminação de gorduras
  • Melhora o controle das sensações alimentares
  • Estimula a secreção do hormônio do crescimento
  • Melhora o desempenho físico e intelectual e diminui o tempo de recuperação
  • Promove a regeneração celular
  • Limpa o corpo e estimula a função de autofagia ou auto limpeza do corpo por suas próprias células
  • Reduz a oxidação celular e o envelhecimento prematuro das células
  • Previne o excesso de peso e certas patologias associadas como, doenças cardiovasculares, diabetes, entre outras.

 

Jejum intermitente para iniciantes

Jejuar para perder peso é a nova tendência. Como mencionado acima, os benefícios para saúde do jejum intermitente são muitos. No entanto, no contexto da perda de peso, é preciso ter cautela. De fato, um jejum intermitente sem moldura e mal conduzido pode levar a mais danos do que benefícios. Fadiga, frustração, compulsão alimentar, desejos alimentares excessivos, etc. São todos efeitos negativos que podem colocar o corpo à prova.

Para evitá-los, é necessário procurar orientação médica antes de iniciar o jejum e ser acompanhado por profissionais da área alimentar. Além disso, lembre-se de que o jejum não é uma dieta, mas uma maneira de comer. A perda de peso não deve ser a única motivação para a prática do jejum intermitente.

 

Jejum intermitente faz mal?

Jejuar para perder peso não é tão simples quanto parece. De fato, alguns erros muito comuns podem arruinar seus esforços e transformar o jejum intermitente em algo que faz mal a sua saúde. Abaixo vamos listar alguns erros que devem ser evitados para que se tenha um jejum bem sucedido.

Não beber água suficiente

A eliminação de resíduos e toxinas metabólicas requer muita hidratação. Em períodos de jejum intermitente, essa hidratação deve ser ainda mais importante para que o organismo suporte períodos de jejum e continue a funcionar de maneira ideal.

Quando você jejua, a sede geralmente é muito menor. Portanto, é crucial prestar atenção a este ponto e beber pelo menos 2 litros de água por dia, distribuindo a ingestão ao longo do dia.

Fazer refeições maiores e de pior qualidade

Ao praticar o jejum, pode ser difícil manter uma dieta equilibrada durante os períodos de ingestão de alimentos. De fato, é muito tentador pular a refeição saudável e comer alimentos que dão prazer.

No entanto, este é um grande erro. Para usufruir dos benefícios que o jejum intermitente pode trazer a saúde, a qualidade dos alimentos durante as refeições é tão importante quanto os períodos de jejum. Assim, será necessário optar por refeições ricas em vegetais, grãos integrais, proteínas magras e ácidos graxos essenciais.

Estabelecer metas muito difíceis de alcançar

O jejum é um exercício complicado. Para evitar erros, é recomendável ir gradualmente e ficar atento ao seu corpo antes de qualquer outra coisa. Se esta é sua primeira vez jejuando, tente estabelecer metas que você pode alcançar.

Comece diminuindo a hora da sua refeição da noite e atrasando a hora do seu café da manhã, por exemplo. Dessa forma, você pode aumentar lentamente o tempo de jejum sem apressar o seu corpo.

Fazer jejum apenas para perder peso

O jejum intermitente é mais um modo de vida do que uma dieta. Seu objetivo não é a perda de peso, embora ajude nisso. Resumir o jejum para esse objetivo pode torná-lo muito mais complicado.

De fato, você corre o risco de perder todos os outros benefícios do jejum intermitente (fisiológicos e psicológicos) e desistir mais rapidamente. Além disso, pode ser frustrante em caso de perda de peso considerada muito lenta.

Clique aqui e saiba como a dieta que combina com o relógio biológico pode ser melhor para diabetes.

 

O que comer no jejum intermitente?

Para ajudá-lo a criar um dia de cardápio na prática, aqui está um exemplo de um plano de dieta especial em jejum intermitente. Esse exemplo envolve alternar um período de ingestão de alimentos de 8 horas com um período de jejum de 16 horas. Aqui, a última refeição do dia é feita antes das 20h e a primeira refeição do dia seguinte é ao meio-dia.

Almoço (às 12h) Lanche (às 16h) Jantar (antes das 20h)
Salada de vegetais crus com azeite de oliva extra virgem

150 a 200g de carne ou substituto

200g de vegetais verdes

200g de alimentos ricos em amido cozidos

30g de queijo

Fruta da época

Chá ou infusão

Iogurte com mel

1 punhado de oleaginosas

40g de frutas com iogurte, aveia e outros

250g de sopa de legumes

150g de peixe branco ou salmão, com molho branco ou molho de azeite

200g de alimentos ricos em amido

Torrada fit com geleia diet

2 quadrados de chocolate amargo

 

 

Considerações

Sendo assim, para combinar melhor com seus hábitos alimentares, também é possível passar a jantar e almoçar um pouco mais cedo, ou o contrário. O importante é simplesmente manter um período de jejum de 16h alternando com períodos de 8h entre as refeições.

No entanto, para pessoas com uma tendência conhecida ou oculta de desenvolver um distúrbio alimentar, o jejum pode ser um gatilho perfeito. Pois, ao tentar controlar o peso, a pessoa pode passar a consumir pouco ou nada o dia todo, e depois comer muito de uma vez, sem conseguir parar e pode acabar adquirindo um distúrbio alimentar.

Em conclusão, o quão bom o jejum intermitente pode ser para você, também pode depender em grande parte de seus hábitos alimentares de lanche e bebidas e dos tipos e quantidades de alimentos que você consome durante as horas sem jejum. Saber que você não pode comer durante um período prescrito pode levar algumas pessoas a comer o que quiserem durante a janela de alimentação, independentemente do seu valor nutricional. E dessa maneira o jejum intermitente perde o seu sentido.

 

2 FONTES

Jejum intermitente e saúde metabólica humana.
Jejum em dias alternados em indivíduos não obesos: efeitos no peso corporal, composição corporal e metabolismo energético.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here