Home Doenças Acne Ligação entre Roacutan e Doença de Crohn

Ligação entre Roacutan e Doença de Crohn

0
744
Ligação entre Roacutan e Doença de Crohn

Roacutan, que também é conhecido como isotretinoína, é um medicamento que os médicos prescrevem para tratar a acne grave que não responde a outros tipos de tratamentos. Algumas pessoas acreditam que Roacutan pode causar a doença de Crohn.

No passado, alguns casos que foram relatados vinculavam o Roacutan a um risco aumentado de doenças inflamatórias intestinais, incluindo a doença de Crohn.

E embora o Roacutan possa ser um verdadeiro salva-vidas para aqueles que sofrem com a acne nodular, o medicamento é sim muito atrelado as doenças inflamatórias intestinais.

Muitos estudos examinaram o link potencial entre o Roacutan e as doenças inflamatórias intestinais, incluindo a doença de Crohn, e nenhuma conexão clara foi estabelecida. No entanto, os pesquisadores aconselham as pessoas a serem cautelosas ao tomar Roacutan, especialmente se sofrem com outras condições de saúde.

Este artigo analisará alguns estudos sobre a possível ligação entre a doença de Crohn e o uso de isotretinoína (Roacutan).

 

O que é Roacutan?

Roacutan é o nome comercial de uma droga chamada isotretinoína, que é um derivado da vitamina A. As pessoas tomam esse medicamento quando têm acne muito dolorosa ou quando a acne é tão grave que afeta a qualidade de vida da pessoa.

A maioria das pessoas verá uma redução nos sintomas de acne após tomar Roacutan por cerca de 4 a 6 meses.

 

Existe uma ligação entre a doença de Crohn e Roacutan?

A ligação entre a doença de Crohn e Roacutan veio de relatos de casos que associavam o uso de Roacutan a um risco aumentado de doença de Crohn.

Nestes casos, médicos e pesquisadores forneceram detalhes sobre pacientes específicos que eles acreditavam ter a doença de Crohn como resultado do tratamento com Roacutan.

A FDA órgão regulador dos Estados Unidos, não relacionou Roacutan à doença de Crohn. No entanto, eles alertam contra problemas na área do estômago que podem surgir durante o uso do medicamento. O órgão regulador ainda sugere que certos sintomas podem ocorrer como resultado de danos aos órgãos internos.

Dentre eles:

  • dor abdominal severa
  • amarelamento da pele e do branco dos olhos (icterícia)
  • sangramento retal
  • urina escura
  • azia
  • dificuldade para engolir

Os sintomas acima também podem estar relacionados à doença inflamatória intestinal, mas não está claro se isso inclui a doença de Crohn.

Além disso, o número de casos analisados que podem estar relacionados ao Roacutan foi muito pequeno. Os médicos relataram apenas 85 desses casos à Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, apesar de haver mais de um milhão de usuários da isotretinoína (Roacutan) apenas nos Estados Unidos.

Estudos de acompanhamento não encontraram nenhuma correlação entre o uso da isotretinoína e o desenvolvimento de doença inflamatória intestinal.

Da mesma forma, uma pesquisa de 2014 analisou os registros médicos de 1.078 pessoas que tomaram isotretinoína e comparou esses dados com pessoas com diagnóstico de doença inflamatória intestinal.

Como resultado, os pesquisadores não puderam confirmar um risco aumentado da doença de Crohn após tomar Roacutan.

No entanto, eles sugeriram que o Roacutan poderia potencialmente influenciar a incidência e aquisição da doença de Crohn das seguintes formas:

  • Causando morte celular no revestimento intestinal, o que pode levar a úlceras e inflamações.
  • Potencializando a doença de Crohn pré-existente.

 

Outros riscos do Roacutan

O efeito colateral mais conhecido do Roacutan é o risco de anomalias congênitas.

Como resultado, as mulheres em idade fértil que tomam Roacutan devem usar duas formas de contracepção para prevenir que fiquem gravidas.

Outros efeitos colaterais que Roacutan pode causar incluem:

  • pele seca
  • diarreia
  • náusea
  • dor de estômago

De acordo com o FDA, também houve relatos de pessoas que tiveram períodos de depressão ou tiveram pensamentos suicidas enquanto tomavam Roacutan. Como resultado, os médicos devem monitorar de perto as pessoas quanto a sintomas de depressão enquanto elas estão tomando este medicamento.

 

Sobre a doença de Crohn

Os médicos não sabem a causa exata da doença de Crohn, mas é provável que uma combinação de fatores genéticos, imunológicos e ambientais contribuam para a doença.

A doença de Crohn é mais comum em pessoas entre 15 e 35 anos, mas pode ocorrer em qualquer idade.

Os sintomas da doença de Crohn incluem:

  • cólicas abdominais e dor
  • sentir como se o intestino não estivesse vazio após uma evacuação
  • fadiga
  • constipação frequente
  • impulsos súbitos e vontade frequente de evacuar
  • suor noturno
  • diarreia persistente
  • perda de peso

A identificação precoce da doença de Crohn pode ajudar uma pessoa a reduzir os danos intestinais.

 

Considerações gerais

Alguns relatos de casos sugeriram uma ligação potencial entre a doença de Crohn e o Roacutan.

Se uma pessoa toma Roacutan e aparecem os sintomas da doença de Crohn, os médicos geralmente recomendam a suspensão da medicação para ver se esses sintomas melhoram.

Por outro lado, se os sintomas de Crohn melhorarem, isso pode apoiar a teoria de que tomar Roacutan (isotretinoína) pode estar acionando uma doença de Crohn já preexistente.

No entanto, estudos não provaram que Roacutan, ou qualquer outra marca de isotretinoína, aumente o risco de desenvolver a doença de Crohn.

O Roacutan (isotretinoína) é um medicamento extremamente poderoso. E embora possa ajudar a eliminar as formas graves de acne, existem grandes preocupações quanto à possibilidade de efeitos colaterais graves. Em alguns casos, esses efeitos colaterais podem perdurar por muito tempo depois de você parar de tomar o medicamento.

No caso da doença de Crohn e outras formas de doença inflamatória intestinal, você deve considerar seus fatores de risco antes de tomar este medicamento. Se você tem história pessoal ou familiar de doenças inflamatórias, seu médico pode desaconselhar o uso da isotretinoína.

Acima de tudo, os pacientes devem ser informados sobre o risco de dano à mucosa intestinal e, principalmente, de distúrbios intestinais associados à terapia com isotretinoína. Além disso, a isotretinoína deve ser considerada como uma possível causa quando um paciente jovem apresenta distúrbios gastrointestinais.

Concluindo, não há evidências suficientes para provar que o Roacutan cause a doença de Crohn. Mas os riscos podem superar os benefícios do tratamento da acne. Portanto, somente um médico poderá avaliar se uma pessoa deve ou não deve tomar Roacutan.

 

5 FONTES

https://www.aocd.org
https://jamanetwork.com/journals/jamadermatology/fullarticle/1902293
https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19492487/
https://articles/323222
https://health/crohns-disease/accutane

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here