Home Saúde Saúde do Bebê O que significa a cor do cocô do seu bebê? Com gráfico...

O que significa a cor do cocô do seu bebê? Com gráfico e guia

0
4035

O cocô de uma criança muda de cor e consistência durante os seus primeiros dias, semanas e meses de vida, e uma ampla gama de cores é normal. Nesse texto, você vai aprender a reconhecer o que é um cocô de bebê saudável e o que vai mudar quando o bebê começar a crescer.

Nos bebês, idade, dieta e saúde são as principais razões para alterações na cor das fezes. O cocô de recém nascidos é quase preto, enquanto os bebês mais velhos tendem a ter cocô amarelo ou marrom.

Durante a amamentação a alimentação da mãe também podem influenciar a cor das fezes do bebê.

Cocô vermelho ou branco podem indicar um problema de saúde. Caso contrário, é de se esperar uma ampla gama de cores. Qualquer pessoa que suspeite que um bebê tenha diarreia ou constipação deve procurar orientação médica especializada.

Cores das fezes de bebê

Vários fatores podem causar alterações na cor das fezes do bebê. Cores comuns e suas causas incluem:

Preto

Em recém nascidos com menos de 1 semana, o preto é uma cor saudável para as fezes. Após esse período, no entanto, isso pode indicar um problema de saúde.

Durante as primeiras 24 horas de vida, um recém nascido expeli mecônio. Ele tem cor verde escuro quase preto. É constituído por células, líquido amniótico, bile e muco ingeridos no útero. O mecônio é estéril, por isso geralmente não cheira.

Nos primeiros dias de vida, um recém nascido continuará a expelir mecônio. A cor deve mudar gradualmente de preto para verde escuro e depois amarelo.

Após 1 semana de vida, as fezes não devem mais ficar pretas. Se a cor preta persistir, procure orientação médica. Isso pode significar que há algum sangramento no sistema digestivo.

Amarelo

Esta é uma cor normal de cocô de um bebê que está ingerindo leite materno. Seu cocô tende a ser amarelo escuro e pode ter pequenas manchas nele.

Essas manchas vêm do leite materno e são inofensivas. Cocô de bebês que mamam no peito são freqüentemente amarelos, por outro lado, aqueles que não estão consumindo leite materno podem expelir fezes amarelas escuras puxando para o marrom.

De qualquer forma, o cocô amarelo só é motivo de preocupação se for diarreia, com uma consistência mais líquida.

Marrom ou laranja

Esta é uma cor normal de cocô de um bebê alimentado com leite artificial.

Quando um bebê se alimenta com leite artificial, o cocô tende a ser marrom claro ou laranja. Pode ser também um pouco mais escuro e mais firme do que as fezes de um bebê que está sendo amamentado.

Verde

Muitos bebês ocasionalmente têm cocô verde. Algumas causas possíveis incluem:

  • digestão lenta, geralmente porque o bebê comeu mais do que o normal
  • alimentos verdes na dieta da mãe que amamenta
  • um resfriado
  • uma alergia alimentar ou intolerância
  • antibióticos, seja no bebê ou na mãe que amamenta
  • tratamento para icterícia

O cocô de algumas crianças é ligeiramente verde. Se o bebê está ganhando peso normalmente o cocô verde não é necessariamente um motivo de preocupação.

Vermelho

Às vezes, o cocô do bebê pode ficar vermelho devido aos alimentos e bebidas vermelhos escuros que ele consumiu, como suco de tomate ou beterraba.

Se o cocô estiver vermelho o bebê também pode ter um problema de saúde ou pode ter engolido uma pequena quantidade de sangue. Isso pode acontecer se uma mãe que amamenta tiver mamilos rachados ou sangrando.

Cocô vermelho também pode significar que há sangue nos movimentos intestinais do bebê devido a uma infecção intestinal que deve ser tratada por um pediatra.

Branco

Esta não é uma cor saudável para as fezes de bebês.

Cocô branco é incomum e pode indicar um problema no fígado.

A icterícia, por exemplo, é altamente comum em recém-nascidos, afetando até 80% dos bebês nos primeiros dias de vida. Ela geralmente desaparece nas primeiras 2 semanas.

Qualquer pessoa que suspeite que seu bebê tenha icterícia após os primeiros 14 dias de vida deve verificar a cor do cocô. Cocô pálido ou branco pode sugerir doença hepática. Outro sinal para procurar é o xixi amarelo.

Se o bebê tiver fezes brancas ou pálidas, o médico poderá testar seus níveis de bilirrubina. A bilirrubina é um composto que ajuda o corpo a se livrar dos resíduos. Existem dois tipos de bilirrubina e, se os níveis de um tipo forem muito altos, eles podem causar problemas de saúde.

Outras formas e texturas

O cocô de bebê também pode ter uma variedade de texturas e formas. Antes de uma criança começar a comer alimentos sólidos, seu cocô é geralmente muito macio.

Bebês amamentados podem ter cocô bem mole ou pegajoso, já os bebês alimentados com fórmula tendem a ter o cocô mais firme, mas não sólido.

Muco nas fezes de um bebê também é comum e raramente é um sinal de qualquer problema de saúde. No entanto, se o bebê mostrar outros sinais de comportamento ou doença incomum, fale com um médico.

Cocô seco ou duro pode significar que um bebê não está bebendo bastante líquido ou pode estar doente.

Depois que uma criança começa a comer alimentos sólidos, cocô duro também pode ser um sinal de constipação. Os bebês geralmente ficam constipados quando comem alimentos que seus corpos ainda não conseguem digerir adequadamente.

Fezes muito aguadas podem ser diarreia. Um bebê com diarreia também pode fazer cocô com mais frequência do que o normal ou ter uma temperatura alta. A diarreia pode causar desidratação, o que é potencialmente grave para os bebês.

Todo bebê é diferente, e alguns bebês fazem mais cocô do que outros. Muitos recém nascidos fazem cocô após cada mamada, embora eles tendam a expelir as fezes com menos frequência quando atingem 6 semanas de idade. Uma frequência saudável para bebês alimentados com fórmula ou leite artificial é uma vez por dia.

Quando procurar um médico?

À medida que o bebê cresce, o cocô geralmente muda de cor. Por exemplo, quando uma criança começa a comer alimentos sólidos, o que ela come pode afetar a cor do cocô. Alimentos não digeridos nas fezes também podem causar uma mudança de cor.

Cores incomuns, como verde, podem não sinalizar um problema de saúde. A cor das fezes pode variar por um curto período de tempo e depois retornar à sua tonalidade normal.

Branco, vermelho ou preto são as exceções, essas cores podem indicar um problema de saúde.

Além disso, se houver muito muco ou ele aparecer nas fezes continuamente, isso pode sinalizar uma doença.

Porém, nunca é demais lembrar que se deve sempre procurar um médico sobre quaisquer preocupações relacionadas à saúde de uma criança.

Cocô saudável em bebês

Espera-se que os recém nascidos façam cocô com frequência, às vezes após cada refeição. Bebês com mais de três semanas podem fazer cocô entre duas ou três vezes ao dia e uma vez por semana.

Cocô saudável pode ter tons de amarelo, laranja, marrom ou verde, e a textura pode ser de mole a bastante firme. Além disso, não deve ser muito duro e nem aguado.

Os bebês geralmente se esforçam um pouco quando fazem cocô, por isso, eles podem fazer barulhos ou franzir o rosto. Isto é normal. No entanto, muito esforço ou desconforto ao fazer cocô pode ser um sinal de constipação.

Resumo

A cor do cocô do bebê pode ser uma maneira mais fácil para a mãe ou quem está cuidando da criança poder acompanhar a saúde dela naquele momento.

Fezes que são bastante macias e terrosas são geralmente saudáveis. No entanto, cocô vermelho ou branco geralmente sinaliza um problema de saúde que requer atenção, assim como as fezes pretas de bebês com mais de uma semana.

No geral, se uma criança está ganhando peso e se alimenta bem, uma ampla gama de cores de cocô é saudável e não é motivo para preocupações.

FONTE

12 Tipos de cocô de bebê e o que eles significam.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here