Quando o cabelo está caindo muito o que pode ser? Confira aqui 10 motivos que causam a queda de cabelo

0
397

É normal perder uma certa quantidade de fios de cabelo todos os dias. No entanto, se o cabelo cai em quantidades mais significativas do que o normal, pode acabar causando angústia e preocupação, e muitas vezes com razão.

Mas, ai vem a pergunta…

Quando o cabelo está caindo muito o que pode ser?

Bem, a resposta as vezes não é tão simples quanto parece, pois, embora a calvície masculina e feminina seja a principal causa da perda de cabelo, há várias outras razões que fazem com que o cabelo caia. E um médico sempre vai querer explorar essas razões antes de recomendar um tratamento apropriado ou até um medicamento.

Neste texto, examinamos as principais causas da perda de cabelo, o tratamento disponível para cada causa e dicas de cuidados para se ter em casa afim de evitar a queda excessiva dos fios.

Causas da queda de cabelo

As possíveis causas da queda de cabelo incluem:

1. Alopecia androgenética

Alopecia androgenética é outro termo para calvície masculina ou feminina. É uma causa muito comum de perda de cabelo.

A calvície masculina e feminina é genética. Os homens tendem a perder cabelos das têmporas e da coroa da cabeça. Porém, nas mulheres, o cabelo geralmente fica mais ralo por toda a extensão da cabeça.

A alopecia androgenética é mais provável de ocorrer à medida que a pessoa envelhece, mas pode começar a acontecer em qualquer momento após a puberdade. Muitas mulheres que experimentam alopecia androgenética a desenvolvem após passar pela menopausa. Isso porque nessa fase da vida os hormônios podem ficar um pouco alterados.

É possível tratar essa condição com minoxidil, um medicamento para o crescimento do cabelo.

2. Gravidez

Algumas mulheres podem experimentar queda excessiva de cabelo logo após o parto. Isto é devido a uma diminuição nos níveis de estrogênio. Este tipo de perda de cabelo é uma condição temporária e geralmente se resolve dentro de alguns meses.

Para ajudar o cabelo a retornar à sua condição normal, tente:

  • usar um shampoo e condicionador volumizador
  • usar produtos formulados para cabelos finos
  • evitar condicionadores intensivos ou xampus condicionadores, pois eles tendem a ser muito pesados ​​para cabelos finos
  • aplicar condicionador nas pontas dos cabelos, em vez de no couro cabeludo, para evitar que os fios fiquem excessivamente pesados

3. Eflúvio telógeno

O eflúvio telógeno é uma condição em que o cabelo permanece na fase telógena (fase em que o cabelo morto cai, dando lugar a um novo fio) do ciclo de crescimento. Isso faz com que mais cabelos caiam, e não cumpram seu ciclo normal de crescimento, repouso e queda. Pois, essa fase entre a queda e o nascimento do novo fio pode se estender por mais tempo do que o normal.

Em geral o problema é causado por estresse ou outros fatores e se resolve com o tempo. Porém, é aconselhável consultar um médico para descobrir a causa exata do problema.

Algumas causas possíveis incluem:

  • altos níveis de estresse
  • cirurgia
  • parto
  • rápida perda de peso
  • problemas de tireoide
  • medicamentos

Um médico precisará tratar todas as causas subjacentes do eflúvio telógeno.

Se um médico suspeitar que medicamentos específicos estão causando a perda de cabelo, ele provavelmente irá trocá-los.

4. Eflúvio anágeno

O eflúvio anágeno faz com que grandes quantidades de cabelo caiam rapidamente durante a fase anágena (fase de crescimento do fio) do ciclo capilar.

A condição pode fazer com que os cabelos caiam da cabeça e de outras partes do corpo, incluindo sobrancelhas e cílios.

As causas do eflúvio anágeno incluem:

  • quimioterapia
  • radiação
  • infeções fungais
  • doença autoimune

O tratamento para essa condição depende da causa, mas pode incluir uma solução tópica de minoxidil.

Se uma pessoa tiver eflúvio anágeno como resultado da quimioterapia, o resfriamento do couro cabeludo durante o procedimento pode ajudar. O cabelo geralmente volta a crescer entre 3 a 6 meses após a interrupção da quimioterapia.

5. Alopecia areata

Alopecia areata é uma condição autoimune que causa queda de cabelo repentinamente. O sistema imunológico ataca os folículos capilares, juntamente com outras partes saudáveis ​​do corpo.

Os cabelos do couro cabeludo, bem como as sobrancelhas e os cílios, podem cair em pequenos pedaços.

Se uma pessoa tem essa condição, ela deve consultar um médico. Pois, ele poderá prescrever medicamentos para ajudar o cabelo a crescer novamente.

6. Alopecia por tração

A alopecia por tração é a perda de cabelo devido a puxar o cabelo para penteados apertados, o que faz com que o fio se solte. Os penteados associados a essa condição incluem:

  • rabos de cavalo
  • coques
  • tranças
  • extensões capilares

Se a alopecia por tração continuar, uma pessoa pode desenvolver manchas calvas e queda de cabelo continua na área afetada.

Em termos de autocuidado, evitar penteados apertados geralmente previne esse tipo de problema.

7. Medicamentos

Certos medicamentos têm efeitos colaterais que podem causar queda de cabelo.

Exemplos desses medicamentos incluem:

  • anticoagulantes, como varfarina
  • Isotretinoína, para tratar a acne
  • antidepressivos, incluindo Prozac e Zoloft
  • beta bloqueadores
  • medicamentos para baixar o colesterol, como Lopid e outros

Se uma pessoa suspeitar que a perda de cabelo pode ser causada por um medicamento que está tomando, deve considerar procurar um médico afim de fazer uma avaliação. O médico pode reduzir a dose do medicamento ou mudar para um medicamento diferente.

Saiba mais sobre como tratar a queda de cabelo causada por medicamentos.

8. Deficiências nutricionais

As deficiências nutricionais podem causar queda de cabelo. Dietas extremas com pouca proteína e falta de certas vitaminas, como ferro, às vezes podem causar queda excessiva de cabelo.

Uma pessoa deve consultar um médico para fazer um exame de sangue caso queira verificar se possui uma deficiência nutricional que pode estar causando queda de cabelo.

Saiba mais sobre a importância da ferritina para o crescimento capilar.

9. Pílulas anticoncepcionais

As mulheres podem ter queda de cabelo ao usar pílulas anticoncepcionais. Outras podem experimentar a queda de cabelo semanas ou meses depois de parar de tomá-las.

Se a pessoa toma pílula anticoncepcional, ela pode escolher uma que tenha um baixo índice androgênico. Isso pode ajudar a diminuir o risco de perda de cabelo.

Outras formas de contraceptivos que afetam os hormônios, como implantes subcutâneos, também podem causar queda de cabelo.

10. Micose

Micose é uma infecção fúngica que pode causar perda de cabelo. Micose no couro cabeludo, ou tinea capitis, podem causar perda dos cabelos.

Os sintomas de micose incluem:

  • um pequeno ponto que aumenta, causando manchas escamosas e sem pelos da pele
  • cabelos quebradiços que quebram facilmente
  • manchas vermelhas e com comichão na pele nas áreas afetadas
  • bolhas no couro cabeludo
  • manchas em forma de anel, com uma parte externa vermelha e a parte interna do círculo combinando com o tom de pele

Se a micose não sarar sozinha, o médico poderá prescrever um medicamento antifúngico. Como alternativa, também podem ser prescritos antibióticos, como o griseofulvina e outros.

Como evitar a perda de cabelo

Para evitar a perda de cabelo, as pessoas podem:

  • fazer mudanças no estilo de vida para reduzir o estresse
  • comer uma dieta nutritiva que inclua proteínas, gorduras e certas vitaminas e minerais essenciais para a boa saúde dos cabelos

Outras atitudes também podem ajudar a impedir a perda de cabelo, dentre elas:

  • usar um xampu e condicionador leves para evitar sobrecarregar os fios
  • evitar penteados muito apertados
  • limitar o uso de processos de aquecimento que podem danificar os cabelos

Clique aqui e descubra 10 maneiras de acabar com a queda de cabelo agora!

Resumo

É normal que uma certa quantidade de fios de cabelo caia todos os dias. As pessoas em geral perdem até 100 fios por dia.

Se uma pessoa suspeitar que está perdendo mais fios do que o normal, ela pode estar com alguma condição subjacente. Nesse caso, ela deve consultar um médico e procurar aconselhamento sobre quais são as melhores opções de tratamento disponíveis para o problema.

Em muitos casos, o cabelo de uma pessoa volta ao seu estado normal depois de alguns meses, assim que o médico trata a causa do problema.

FONTE
Perda de cabelo e queda de cabelo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here